Desemprego, Precarização e Informalidade: perspectivas do neoliberalismo no mundo pós-crise? / Unemployment, Insecurity and Informality: neoliberalismperspectivesinpost-crisis world?

  • Miguel Rodrigues Netto Universidade Estadual de Mato Grosso/ Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso
  • Ivone Maria Ferreira da Silva Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Palavras-chave: Classe Trabalhadora. Desigualdade. Globalização. Neoliberalismo. Questão social.

Resumo

Este artigo constitui-se numa contribuição teórica sobre o tema da mundialização do capital, suas refrações na questão social brasileira e os desafios para a classe trabalhadora, compreendendo o Serviço Social como profissão inscrita na divisão social do trabalho e que, portanto, sofre determinações desse processo por lidar cotidianamente com as expressões renovadas da questão social. Por isso, apresentar as contradições existentes entre o discurso neoliberal em tempos de hegemonia desta ideologia e a realidade objetiva de trabalhadores à luz de transformações implantadas por esta nova orientação de Estado após o welfare state faz-se necessário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miguel Rodrigues Netto, Universidade Estadual de Mato Grosso/ Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso
Jornalista. Mestre em Política Social. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Trabalho e Sociabilidade UFMT. Conselheiro da Câmara de Educação Superior do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso.
Ivone Maria Ferreira da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Assistente Social. Mestre e Doutora em Serviço Social. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Trabalho e Sociabilidade. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFMT.
Publicado
2014-08-26
Como Citar
Netto, M. R., & Ferreira da Silva, I. M. (2014). Desemprego, Precarização e Informalidade: perspectivas do neoliberalismo no mundo pós-crise? / Unemployment, Insecurity and Informality: neoliberalismperspectivesinpost-crisis world?. Textos & Contextos (Porto Alegre), 13(1), 102 - 112. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2014.1.15231
Seção
Reestruturação do Capital: expansão, integração e precarização