Serviço Social e experiências de Economia Popular Solidária: um novo espaço de trabalho aos assistentes sociais

  • Caroline Goerck

Resumo

Desde o final do século XX, está ocorrendo um acentuado processo de transformações, relacionadas ao mundo do trabalho. Estas transformações, nos processos produtivos, geram uma substituição dos trabalhadores pelo capital. A atualidade vem exigindo a criação de alternativas de geração de trabalho e renda, como fonte de subsistência, para sujeitos excluídos ou que estão à margem do mercado formal de trabalho. As experiências que constituem a Economia Popular Solidária se materializam, através de cooperativas ou associações de trabalho. Faz-se necessária, para o desenvolvimento destes empreendimentos coletivos, a existência de políticas públicas. O Serviço Social constitui-se numa das profissões com possibilidades de contribuir com estes empreendimentos coletivos.
Palavras-chave – III Revolução Industrial. Economia Popular Solidária. Serviço Social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-11-23
Como Citar
Goerck, C. (2006). Serviço Social e experiências de Economia Popular Solidária: um novo espaço de trabalho aos assistentes sociais. Textos & Contextos (Porto Alegre), 5(1), 1-14. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/1025
Seção
Relato de Experiência