Fronteiras na História Literária: fantástico e utopia em A Rainha do Ignoto

  • Fani Miranda Tabak UFTM/CNPq
Palavras-chave: Romance feminino, narrativa fantástica, Emília de Freitas

Resumo

Este artigo expõe uma reflexão em torno da obra de Emilia de Freitas, A Rainha do Ignoto, com base em alguns pressupostos da narrativa fantástica tradicional e na sua utilização dentro de uma perspectiva utópica frente à posição ocupada pela mulher no sé- culo XIX.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Tabak, F. M. (2011). Fronteiras na História Literária: fantástico e utopia em A Rainha do Ignoto. Letras De Hoje, 46(1), 104-111. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/9255