Português brasileiro: uma língua de metátese?

  • Dermeval da Hora
  • Stella Telles
  • Valéria N. O. Monaretto

Resumo

Neste trabalho, propomo-nos analisar a metátese no Português Brasileiro (PB). Esse fenômeno diz respeito à transposição de segmentos e de sílabas dentro de uma palavra. Tal alteração na seqüência de elementos de uma sentença é vista, em alguns casos, como sendo um fenômeno irregular, esporádico e restrito a erros de fala ou à linguagem da criança. Apesar de não ser tão comum quanto processos como assimilação, dissimilação, apagamento etc., a metátese tem sido atestada na fonologia diacrônica e sincrônica de diferentes línguas. Neste trabalho, entendemos a metátese como um reordenamento de segmentos ou de traços dentro de uma seqüência fonológica (BLEVINS; GARRET, 2004) e como um processo fonológico de inversão segmental, que pode ser investigado sob as perspectivas formal e funcional (HUME, 2004). Palavras-chave – metátese no PB; transposição de sons; reordenamento de Sons.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Hora, D. da, Telles, S., & Monaretto, V. N. O. (2008). Português brasileiro: uma língua de metátese?. Letras De Hoje, 42(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/2799
Seção
Artigos