Entoação e domínios prosódicos em sentenças pseudo-clivadas do português europeu

  • Flaviane Romani Fernandes Svartman Universidade Estadual de Campinas

Resumo

O objetivo deste trabalho, desenvolvido no quadro teórico da Fonologia Entoacional, é a descrição e análise comparativa da estrutura entoacional das sentenças neutras e pseudo-clivadas do português europeu. Baseando-nos na afirmação de Frota (1994) de que o contorno entoacional das sentenças com estruturas sintáticas especiais do português europeu é localmente e, por vezes, globalmente alterado em relação ao contorno neutro, nossa hipótese é a de que o contorno entoacional associado às sentenças pseudoclivadas seja diferente do contorno entoacional associado às sentenças neutras da referida variedade de português. Os resultados obtidos neste trabalho confirmam esta hipótese: enquanto no contorno das sentenças neutras há geralmente eventos tonais associados apenas à primeira e à última palavras prosódicas do sintagma entoacional, ao contorno das sentenças pseudoclivadas, há mais eventos tonais associados, podendo haver acentos tonais associados às palavras prosódicas cabeça de cada sintagma fonológico que compõe o sintagma entoacional no qual a sentença é mapeada. Além disso, os resultados alcançados por este trabalho sugerem que a estrutura sintática especial associada às sentenças pseudo-clivadas do português europeu é codificada prosodicamente através da estrutura entoacional. Palavras-chave – português europeu; entoação; sentenças pseudo-clivadas; interface sintaxe-fonologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Svartman, F. R. F. (2008). Entoação e domínios prosódicos em sentenças pseudo-clivadas do português europeu. Letras De Hoje, 42(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/2792
Seção
Artigos