Arquivo secreto: dedicatória e cartas de amor na escrita de Grande sertão: veredas

  • Ivana Ferrante Rebello Universidade Estadual de Montes Claros
Palavras-chave: Dedicatória, Correspondência, Grande sertão, veredas

Resumo

O presente trabalho propõe a reflexão de um elemento de fora do perímetro textual: a dedicatória de Grande sertão: veredas, romance de João Guimarães Rosa, subsidiado pela leitura da correspondência trocada entre o escritor e sua mulher, Aracy Moëbius de Carvalho Guimarães Rosa. A análise desses dois elementos paratextuais possibilitou uma escuta diferenciada do romance, permitindo que os espaços da ficção e da vida pudessem ser entretecidos. A abordagem aqui apresentada, tal como defende algumas vezes o autor mineiro, considera o traço autobiográfico da sua ficção, o que se comprova por meio da análise cuidadosa da correspondência íntima de ambos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivana Ferrante Rebello, Universidade Estadual de Montes Claros

Ivana Ferrante Rebello é professora titular da Universidade Estadual de Montes Claros e do Progrma de Pós-Graduação em Letras/  Estudos Literários na mesma universidade. 

Referências

BRUM, Eliane. O último desejo de Guimarães Rosa. Revista Época, 18 set. 2009. Disponível em: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,ERT12760-15220-12760-3934,00.html. Acesso em: 12 nov. 2011.

CAMPOS, Nathalia. A Narrativa do eu: a carta como intriga biográfica e como gênero literário. In: SAID, Roberto; NUNES, Sandra. (Org.). Margens Teóricas. Memórias e Acervos Literários. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010. p. 11-23.

CAVALCANTE, Neuma. Aracy: esposa, cúmplice, companheira, inspiração. In: SEMINÁRIO MULHER E LITERATURA, 9, 2001, Belo Horizonte: Anais... Belo Horizonte, 2001.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. Trad. Reginaldo de Moraes. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 2003. p. 56.

DECOL, René Daniel. Aracy Guimarães Rosa. Disponível em: www.digestivocultural.com/ensaios. Acesso em: 03 jul. 2010.

FANTINI, Marli. (Org.). A poética migrante de Guimarães Rosa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

GENETTE, Gerard. Paratexts: Thresholds of Interpretation. Cambridge, UK: Cambridge University Press, March 1977.

LEITE, Dante Moreira. Campo Geral. Psicologia e Literatura. 4. ed. São Paulo: Huicitec-Ed. Unesp, 1987.

LORENZ, Günter. Diálogo com Guimarães Rosa. In: COUTINHO, Eduardo F. (Org.). Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983. p. 62-100. (Coleção Fortuna Crítica).

MARÇOLA, Bernardo Andrade. A porosidade poética de Riobaldo, o cerzidor: ritmo, transcendência e experiência estética em Grande sertão: veredas. 2006. 270 p. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

MINÉ, Elza; CAVALCANTE, Neuma. Memória de leitura e rememoração de viagem: cartas de João Guimarães Rosa para Aracy de Carvalho Guimarães Rosa. In:

FANTINI, Marli. (Org.). A poética migrante de Guimarães Rosa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. p. 426-443.

MILAN, Pollianna. A heroína que o povo não conheceu. In: Gazeta do Povo, Vida e Cidadania, 09 out. 2010. p. 8.

PESSOA, Fernando. Obra poética. Rio de Janeiro: José Aguilar Ed., 1972. p. 164.

REBELLO, Ivana Ferrante. Poética de atrito: pedras, jogo e movimento no Grande sertão. 2011. 248 p. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011. Revista Veja, Edição 2048, 20 fev. 2008.

ROSA, João Guimarães. Correspondência com seu tradutor alemão Curt Meyer-Clason. Org. e notas Maria Apparecida Faria M. Bussolotti. Rio de Janeiro: Nova Fronteira: Academia Brasileira de Letras; Belo Horizonte, MG: Ed. da UFMG, 2003.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: veredas. 19. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

Publicado
2014-06-09
Como Citar
Rebello, I. F. (2014). Arquivo secreto: dedicatória e cartas de amor na escrita de Grande sertão: veredas. Letras De Hoje, 49(2), 180-189. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2014.2.15366