A memória dos Açores na escrita de Cecília Meireles

  • Ana Maria Lisboa de Mello PUCRS
Palavras-chave: Açores, herança, Folclore, Memória, Cecília Meireles

Resumo

O artigo visa discutir sobre a herança açoriana de Cecília Meireles. De um lado, a escritora recuperou o legado familiar transmitido pela avó materna e a memória coletiva dos ilhéus, projetada no folclore, área de interesse de pesquisa da escritora, que escreveu Panorama Folclórico dos Açores, especialmente da Ilha de São Miguel (1958) e Notas do Folclore Gaúcho-Açoriano (1968). De outro, Cecília Meireles transfigurou a insularidade e os elementos marítimos em símbolos que aludem aos sentimentos do exilado, ao sonho de regresso e à ânsia por uma realidade absoluta. Fechamento e introspecção, apego à terra e, ao mesmo tempo, abertura e impulso para a viagem são movimentos característicos do ilhéu.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
de Mello, A. M. L. (2012). A memória dos Açores na escrita de Cecília Meireles. Letras De Hoje, 47(4), 381-386. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/12771
Seção
Brasil e Portugal