O uso da simulação realística como metodologia de ensino e aprendizagem para as equipes de enfermagem de um hospital infanto-juvenil: relato de experiência

  • Aguilda Gomes de Abreu Hospital Pequeno Príncipe Diretora de Enfermagem
  • Junia Selma de Freitas Hospital Pequeno Príncipe Vice-diretora de Enfermagem
  • Mariangela Berte Hospital Pequeno Príncipe Setor de Educação Continuada
  • Karin Rosa Persegona Ogradowski Faculdades Pequeno Príncipe
  • Alessandra Nestor Faculdades Pequeno Príncipe
Palavras-chave: enfermagem, educação continuada, simulação

Resumo

Objetivo: O presente artigo tem como objetivo relatar a primeira experiência vivenciada pelo serviço de Educação Continuada de um hospital infanto-juvenil do Estado do Paraná com a utilização da simulação realística como uma metodologia de ensino e aprendizagem para as equipes de enfermagem.

Descrição da experiência: As simulações aconteceram em dois dias consecutivos, em ambiente de trabalho, guiadas por enfermeiros instrutores, que são gestores das Unidades de atendimento do hospital infanto-juvenil. Foram preparados 6 cenários distintos, com as seguintes temáticas: cuidados de enfermagem na administração de quimioterápicos, cuidados de enfermagem com acessos venosos periféricos e hemocomponentes, cuidados e aspiração de traqueostomia, cuidados com nutrição e sondas, administração de medicamentos, medicamentos de alta vigilância e registros e anotações de enfermagem em prontuário. Participaram nas simulações um total de 195 colaboradores de enfermagem. Percebemos que para estes colaboradores as simulações permitiram a identificação e a reconstrução de condutas, por meio de um feedback imediato após o término das simulações. As experiências também possibilitaram a estes profissionais, ter maior segurança e confiança para a execução da prática real no trabalho cotidiano nos diversos setores de assistência na Instituição.

Conclusão: O uso da simulação realística mostrou-se como uma metodologia inovadora para realização de treinamentos na instituição, por replicar experiências da vida real favorecendo um ambiente de interatividade entre os participantes, facilitando o processo de ensino-aprendizagem das equipes de enfermagem que atuam no Hospital infanto-juvenil.

Biografia do Autor

Aguilda Gomes de Abreu, Hospital Pequeno Príncipe Diretora de Enfermagem

Enfermeira 

Diretora de Enfermagem do Hospital Pequeno Príncipe

Junia Selma de Freitas, Hospital Pequeno Príncipe Vice-diretora de Enfermagem

Enfermeira

Vice-Diretora de Enfermagem do Hospital Pequeno Príncipe

Mariangela Berte, Hospital Pequeno Príncipe Setor de Educação Continuada
Enfermeira. Especialista em Pediatria, Coordenadora do Setor de Educação Continuada do Hospital Pediátrico Pequeno Príncipe
Karin Rosa Persegona Ogradowski, Faculdades Pequeno Príncipe
Enfermeira. Mestre em Saúde da Criança, Professora/ Coordenadora do Curso de Enfermagem da Faculdades Pequeno Príncipe

Referências

Ipsen F, Porto AR, Schneider CC, Thofehrn MB. Educação continuada: experiência na capacitação da equipe de enfermagem. In: Anais XVII Congresso de iniciação científica; X Encontro de Pós Graduação UFPel. Pelotas (RS): UFPEL; 2008.

Ferreira GAA, Gonçales CAV, Baptista IMC. Relato de experiência: educação continuada nos Serviços de Enfermagem. In: Encontro Latino Americano de Pós Graduação UNIVAP. São José dos Campos (SP): UNIVAP; 2010.

Vilella DS, Leite LM, Nassar MED. A simulação realística como estratégia de ensino em atendimento pré-hospitalar: um relato de experiência. São Paulo (SP): Prefeitura de São Paulo; 2010.

Sanino GEC. Simulação Realística no Ensino de Enfermagem. São Paulo (SP); 2011.

Silva GM, Seiffert OMLB. Educação continuada em enfermagem: uma proposta metodológica. Rev Bras Enferm. 2009; 62 (3):133-42.

Feitosa RMM, Nobrega LLR. Relato de Experiência acerca do uso da simulação como método de ensino durante disciplina enfermagem na atenção à saúde da mulher, num curso superior de enfermagem em uma universidade privada de Mossoró/RN 2009. In: 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência; 25 a 30 de julho de 2010; Natal (RN). Disponível no site: http://www.sbpcnet.org.br/livro/62ra/resumos/resumos/2082.htm

Teixeira INDO, Felix JVC. Simulação como estratégia de ensino em enfermagem: revisão de literatura. Interface [Botucatu] 2011; 15(39):1173-84.

Publicado
2014-12-31
Seção
Relatos de Experiência