[1]
T. Csordas, “Fenomenologia cultural corporeidade: agência, diferença sexual, e doença”, Educação (Porto Alegre, Online), vol. 36, nº 3, p. 292-305, out. 2013.