O conservadorismo norte-americano: origens, fundamentos e principais expositores

  • Carina Rafaela de Godoi Felini PPGCS- PUCRS
Palavras-chave: Conservadorismo, Estados Unidos, Ideologia

Resumo

Ao problematizar o conservadorismo norte-americano se faz mister levantar questionamentos acerca de quais são seus principais pressupostos e seus maiores expositores, compreendendo, desta forma, suas raízes históricas e suas influências ideológicas. A defesa de pretensões anti-modernas consiste em uma das pautas mais caras aos conservadores estadunidenses, dentre os quais destacamos os trabalhos de Richard Weaver, William Buckley, Robert Nisbet e Russell Kirk. Assim sendo, escolhemos o método de análise qualitativa, o qual, quando aplicado em nossa temática, permite-nos obter resultados concretos os quais sejam suficientes para alcançar nosso objetivo. Para tanto, devemos colocar em primeira mão nosso objeto de análise como forma de termos uma aproximação mais real dele. O formato do trabalho procurará, de forma simples, exemplificar quais são as pedras fundamentais do movimento conservador, o que o fez ser, em seu nascimento nos Estados Unidos, um modelo político cujas raízes sustentam-se até hoje.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-21
Como Citar
Felini, C. R. de G. (2018). O conservadorismo norte-americano: origens, fundamentos e principais expositores. Conversas & Controvérsias, 3(1), 60 - 70. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/conversasecontroversias/article/view/23664
Seção
Artigos Livres