[1]
R. A. Coitinho Filho e A. de A. Rinaldi, “O Supremo Tribunal Federal e a ‘união homoafetiva’: onde os direitos e as moralidades se cruzam”, Civitas, vol. 18, nº 1, p. 26-42, abr. 2018.