[1]
S. da Mata, “Depois do fim do platonismo fenomenológico: Hermann Lübbe e a descrição da aceleração civilizacional moderna”, Civitas, vol. 17, nº 3, p. 523-541, dez. 2017.