[1]
J. R. de S. Pinto e W. D. Mignolo, “A modernidade é de fato universal? Reemergência, desocidentalização e opção decolonial”, Civitas, vol. 15, nº 3, p. 381-402, jan. 2016.