Goethe e Mozart – o problema Ópera (1991)

Palavras-chave: Música, Goethe, Mozart, Gadamer, Hermenêutica

Resumo

O texto de Hans-Georg Gadamer que apresentamos traduzido para o português compõe um esforço mais amplo que investiga uma Hermenêutica da Música no contexto das Obras Completas (Gesammelte Werke) do hermeneuta. Segue de um ponto de vista fundamental, as questões levantadas a respeito dos fenômenos da compreensão e da interpretação apresentados em Verdade e Método (1960) (Wahrheit und Methode), principalmente no que diz respeito à experiência da arte na primeira parte da Obra. Busca-se apresentar a experiência da música a partir dos diversos textos sobre música que podem ser encontrados no todo da Obra e que ainda não se encontram traduzidos para o português. Dessa forma, ao considerarmos o êxito contemporâneo da Hermenêutica no contexto do debate das ciências, contra as pretensões metodológicas objetificadoras e, a consequente crítica à epistemologia, o recurso gadameriano à música desdobra-se nas trilhas da crítica ontológica sobre o modo de ser do estético. O escrito “Goethe e Mozart – o problema Ópera (1991)” compõe o nono Tomo das Obras Completas com o título Ästhetik und Poetik II: Hermeneutik im Vollzug.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimundo Rajobac, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil; professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

GADAMER, H.-G. Goethe und Mozart - das Problem Oper (1991). In: ______. Ästhetik und Poetik II: Hermeneutik im Vollzug. Tübingen: Mohr Siebeck, 1993. G. W. Bd. IX, p. 114-121.
Publicado
2020-12-31
Como Citar
Rajobac, R. (2020). Goethe e Mozart – o problema Ópera (1991). Veritas (Porto Alegre), 65(3), e39511. https://doi.org/10.15448/1984-6746.2020.3.39511
Seção
Tradução