Liturgia e pandemia

Palavras-chave: Liturgia, Pnademia, Mistério de Cristo, Vida, Testemunho

Resumo

Este editorial reflete sobre a vivência litúrgica das comunidades eclesiais dentro do contexto de pandemia de COVID-19 que abalou o mundo. A perspectiva que ilumina as reflexões é a de uma visão integral e dinâmica da fé cristã, que une culto e vida. São levados em conta os estudos contidos no Dossiê de Liturgia desta edição da Teocomunicação: a) o artigo de Arnaldo Temochko sobre a Liturgia das Horas como possibilidade de oração para os lares; b) o artigo de Rudy Albino da Assunção sobre a Teologia da Liturgia de Bento XVI; c) o artigo de João José Bezerra que versa sobre a Liturgia como ciência teológica e sua relação com as demais ciências; e d) o artigo de Michelle Girardi Lorenzetti que trata dos processos formativos litúrgico musicais na Arquidiocese de Porto Alegre. Ao final, reafirma-se a necessidade de uma maior aproximação das diferentes realidades presentes na pandemia com a vivência litúrgica das comunidades eclesiais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Martins Fernandes, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Doutor em Teologia Sistemática pela Pontifícia Universidade Lateranense, em Roma, Itália; bolsista do Programa Nacional de Pós-doutoramento (Capes); professor colaborador no Programa de Pós-Graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Carlos Gustavo Haas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Mestre em Liturgia pelo Pontificio Istituto Liturgico, em Roma, Itália. Professor e coordenador do Curso de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Membro da Comissão da Doutrina da Fé na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em Brasília, Brasil. Perito da Comissão de Liturgia no Conselho Episcopal Latino-americano, em Bogotá, Colômbia.

Referências

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023. Brasília: CNBB, 2019.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Roteiros celebrar em família. In: CNBB. [S. I.], 2021. Disponível em: https://www.cnbb.org.br/celebrar-familia. Acesso em: 20 nov. 2021.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II, 1962-1965, Cidade do Vaticano. Sacrosanctum Concilium. In: COSTA, Lourenço (org.). Documentos do Concílio Vaticano II. 4. ed. São Paulo: Paulus, 2007. p. 33-86.

GRILLO, Andrea. Introduzione alla teologia liturgica: aproccio teórico alla liturgia e ai sacramenti cristiani. Padova: Messagero di Sant’ Antonio, 2011.

GRILLO, Andrea. Ritos que educam: os sete sacramentos. Brasília: Edições CNBB, 2017.

IRINEU DE LIÃO. Contra as heresias: denúncia e refutação da falsa gnose. Tradução de Lourenço Costa. São Paulo: Paulus, 1995. (Coleção Patrística).

PAPA BENTO XVI. Exortação Apostólica Pós-Sinodal Sacramentum Caritatis. In: Vatican. Vaticano, 22 fev. 2007. Disponível em: https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/apost_exhortations/documents/hf_ben-xvi_exh_20070222_sacramentum-caritatis.html. Acesso em: 20 nov. 2021.

Publicado
2021-12-30