Tolerância, reciprocidade e convivência em Efésios 4,1-6

Palavras-chave: Tolerância, Reciprocidade, Convivência, Efésios, Marcel Mauss

Resumo

Tendo como interesse principal abranger o léxico que compõe a noção de tolerância, a presente reflexão se debruça sobre uma perícope neotestamentária onde se acha a expressão “suportando uns aos outros em amor”, qual seja: Efésios 4,1-6. A leitura proposta se desenrola em duas dimensões gerais: uma, mais focada no texto, e em sua estrutura; e outra, mais interessada numa análise de conteúdo, procurando desdobrar flertes pontuais com a antropologia de Marcel Mauss. De um lado, haverá atenção no estabelecimento do texto, bem como numa proposta de exegese. De outra parte, determinados temas serão aproximados de alguns motivos maussianos: as credenciais da pessoa que fala; os aspectos morais defendidos; o fundamento da reciprocidade; e a confissão de fé.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Delcides Marques, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Juazeiro, BA, Brasil

Doutor em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas, SP, Brasil; professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), em Juazeiro, BA, Brasil.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? e outros ensaios. Chapecó: Argus, 2010.

BAILLY, Anatole. Dictionnaire grec-français. Paris: Hachette, 1895.

BERGER, Klaus. As formas literárias do Novo Testamento. São Paulo: Loyola, 1998.

BÍBLIA de Jerusalém. São Paulo: Paulinas, 1981.

BÍBLIA Sagrada: Antigo e Novo Testamento, trad. João Ferreira de Almeida, edição revista e atualizada. 2. ed. Brasília: Sociedade Bíblia do Brasil, 1993.

BÍBLIA Sagrada: Antigo e Novo Testamento, trad. João Ferreira de Almeida, edição revista e corrigida. Brasília: Sociedade Bíblia do Brasil, 1995.

BÍBLIA Sagrada: Nova Versão Internacional. São Paulo: Editora Vida, 2000.

BORKAN, Günther. Bíblia: Novo Testamento: introdução aos seus escritos no quadro da história do cristianismo primitivo. 3. ed. São Paulo: Paulus; Teológica, 2003.

BORTOLINI, Jose. Como ler a Carta aos Efésios: O universo inteiro reunido em Cristo. São Paulo: Paulus, 2001.

BRANDÃO, Juarez. EΛΛHNIKA. Introdução ao grego antigo. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

COMBLIN, Jose. Epístola aos Efésios. Petrópolis: Vozes, São Leopoldo: Sinodal, São Bernardo do Campo: Imprensa Metodista, 1987.

COTHENET, Edouard. Las Cartas a los Colossenses y a los Efesios. España: Editorial Verbo Divino, 1994.

CULLMANN, Oscar. A formação do Novo Testamento. Sao Leopoldo: Sinodal, 2007.

DAUTZENBERG, Gerhard; SCHREINER, Josef. Forma e exigências do Novo Testamento. São Paulo: Edições Paulinas, 1977.

DUMONT, Louis. O individualismo: uma perspectiva antropológica da ideologia moderna. Rio de Janeiro: Rocco, 1985 [1983].

EGGER, Wilhelm. Metodologia do Novo Testamento. São Paulo: Loyola, 1994.

FREIRE, Antônio. Gramática grega. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

JUNG, Marcelo. A unidade da igreja como manifestação da unidade de Deus: uma análise exegético-teológica de Efésios 4,1-6. Nº de folhas: 168. Dissertação (Mestrado em Teologia) -- Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, 2011.

KOESTER, Helmut. Introdução ao Novo Testamento: história e literatura do cristianismo primitivo. São Paulo: Paulus, 2005.

KÜMMEL, Werner G. Introdução ao Novo Testamento. 2. ed. São Paulo: Paulus, 1982.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Introdução à obra de Marcel Mauss [1950]. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 11-46.

LIDDELL, Henry George; SCOTT, Robert. A Greek-English Lexicon (new supplement added) Oxford. Clarendon Press, 1996 [1843].

LIMA, Rogério; LEITE, Francisco. O misticismo da cristologia cósmica das deutero-paulinas. Orácula, [S. l.], v. 8, n. 13, p. 25-52, 2012. https://doi.org/10.15603/1807-8222/oracula.v8n13p25-52

LOHSE, Eduard. Introdução ao Novo Testamento. São Leopoldo: Sinodal, 1985.

LÓPEZ, Maricel Mena. Hospitalidade e cidadania para a paz em Efésios 2,11-22: Para a superação dos fundamentalismos étnicos e religiosos. RIBLA, [S. l.], n. 74, p. 157-171, 2017.

MAUSS, Marcel; FAUCONNET, Paul. Sociologia [1901]. In: MAUSS, Marcel. Ensaios de Sociologia. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999, p. 3-33.

MAUSS, Marcel. A prece. [1909]. In: MAUSS, Marcel. Ensaios de Sociologia. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999. p. 229-324.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a dádiva: Forma e razão da troca nas sociedades arcaicas [1923-4]. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2003, p. 183-314.

MAUSS, Marcel. Uma categoria do espírito humano: A noção de pessoa, a de “eu” [1938]. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2003, p. 367-397.

MAUSS, Marcel. Fragmento de um plano de sociologia descritiva [1934]. In: MAUSS, Marcel. Ensaios de Sociologia. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999, p. 91-138.

MARQUES, Delcides. Louis Dumont em interlocução com filósofos. Temáticas (UNICAMP), Campinas, v. 16, p. 291-313, 2009.

MARQUES, Delcides. Para o léxico da tolerância: contribuição de um verbo grego antigo. [email protected] - Revista de @ntropologia da UFSCar, São Carlos, v. 12, n. 1, jan./jun., p. 235-255, 2020.

MERLEAU-PONTY, Maurice. De Mauss a Claude Lévi-Strauss [1960]. In: MERLEAU-PONTY, M. Os pensadores. São Paulo, Abril Cultural, 1980.

MURACHCO, Henrique. Língua grega: visão semântica, lógica, orgânica e funcional (vol. 1 e 2). Petrópolis: Vozes, 2001.

NESTLE-ALAND, Kurt. Novum Testamentum Graece. 28 aufl. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 2014.

O’BRIEN, Peter. The Letter to the Ephesians. Michigan: Eerdmans, 1999.

OLIMPIO-FERREIRA, Moisés. Epístola de Paulo aos Efésios: proposta de leitura linear. Nº de folhas: 531. Dissertação (Mestrado em Letras Clássicas) - FFLCH-USP, São Paulo, 2006.

OMANSON, Roger L. Variantes Textuais do Novo Testamento. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2010.

PAROSCHI, Wilson. Crítica Textual do Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1993.

REGA, Lourenço S.; BERGMANN, Johannes. Noções do Grego Bíblico: gramática fundamental. São Paulo: Vida Nova, 2004.

RUSCONI, Carlo. Dicionário do grego do Novo Testamento. São Paulo: Paulus, 2003.

SCHLIER, Heinrich. Carta a los Efesios: comentario. Salamanca: Ediciones Sigueme, 1991.

SCHLIER, Heinrich. ἀνέχω. In: KITTEL, Gerhard; FRIEDRICH, Gerhard (Ed.). Theological Dictionary of the New Testament. Grand Rapids, Michigan: WM. B. Eerdmans Publishing Company (vol. I), 1983, p. 359-360.

SEESEMANN, Heinrich. περιπατέω. In: KITTEL, Gerhard; FRIEDRICH, Gerhard (ed.). Theological Dictionary of the New Testament. Grand Rapids, Michigan: WM. B. Eerdmans Publishing Company, 1983. vol. V. p. 940-945.

SILVA, Cassio Murilo Dias da. Metodologia de Exegese Bíblica. São Paulo: Paulinas, 2000.

WEGNER, Uwe. Exegese do Novo Testamento: manual de metodologia. 3. ed. São Leopoldo; São Paulo: Sinodal; Paulus, 2002.

Publicado
2020-12-23
Seção
Artigos