Perspectivas ecumênicas numa releitura do Magnificat de Lutero

Palavras-chave: Magnificat, Lutero, humilhação, libertação, Maria.

Resumo

O presente texto aborda uma interpretação do Magnificat de Lutero, num movimento de argumentação baseado na experiência de leitura de duas tradições, a católica e a protestante, no entendimento que elas podem juntas, levar a uma dialógica do modo de viver cristãmente segundo o modelo de Maria. O objetivo é apresentar uma interpretação e tentamos fazer do Magnificat de Lutero em relação à Maria, num diálogo ecumênico entre as duas tradições acima referendadas. Para isso utiliza-se de revisão bibliográfica, tendo como foco central o livro O Louvor de Maria: o Magnificat, de Martinho Lutero e os possíveis diálogos desde essas duas tradições nesse início de século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaina Santos Reus Freitas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Mestre em teologia pela Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Assessora pedagógica da 11.ª Coordenadoria Regional de Educação, docente em Ensino Religioso, assessora em mediação de conflitos.

Edla Eggert, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Doutora em teologia pela Escola Superior de Teologia (Faculdades EST); mestre em educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS; professora na Escola de Humanidades da Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS; coordenadora da Pós-Graduação em Educação da PUCRS.

Referências

ATANÁSIO. Serm. 13 de tempore; PL 39, 1907.

BÍBLIA. Português. A Bíblia de Jerusalém. Nova edição revista e ampliada. São Paulo: Paulus, 2004.

BÍBLIA SAGRADA COM REFLEXÕES DE LUTERO. Nova tradução na linguagem de hoje. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2016.

COMISSÃO TEOLÓGICA INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO ECUMÊNICA DE TEÓLOGOS/AS DO TERCEIRO MUNDO. Descer da cruz os pobres: cristologia da libertação. São Paulo: Paulinas, 2007.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituição Dogmática Lumen Gentium: sobre a Igreja. In: COSTA, Lourenço (org. geral). Documentos do Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965). 4. ed. Trad. Tipografia Poliglota Vaticana. São Paulo: Paulus, 2007. p. 101-197.

CONDINI, Martinho. Dom Hélder Câmara: modelo de esperança na caminhada para a paz e a justiça social. Dissertação (Mestrado) -- PUCSP, São Paulo, 2004.

CONSELHO EPISCOPAL LATINO-AMERICANO. Documento de Aparecida: texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe. 3. ed. Trad. Luiz Alexandre Solano Rossi. Brasília: Edições CNBB; São Paulo: Paulus; Paulinas, 2007.

FRANCISO, Papa. Misericordiae Vultus: bula de proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Brasília: CNBB, 2015.

GONZÁLEZ, Carlos Ignácio. Maria evangelizadora e evangelizada. São Paulo: Loyola, 1990.

LUTERO, Martim. Obras selecionadas: os primórdios (escritos de 1571 a 1519). São Leopoldo: Sinodal; Porto Alegre: Concórdia, 2004. v. 1.

LUTERO, Martim. Obras selecionadas: o programa da Reforma (escritos de 1520). São Leopoldo: Sinodal; Porto Alegre: Concórdia, 2004. v. 2.

LUTERO, Martim. O louvor de Maria: o Magnificat. São Leopoldo: Sinodal, 1999.

MURAD, Afonso. Maria, toda de Deus e tão humana. São Paulo: Paulinas, 2004.

ORDINE, Roberto Mateus. A miséria moral. Diário do comércio, São Paulo, 2015. Disponível em: https://dcomercio.com.br/categoria/opiniao/a-miseria-moral.

PERETTI, Clélia (org.). Congresso de teologia da PUCPR. Curitiba: Anais Eletrônicos, 2011.

REIMER, Ivoni Richter. O Magnificat de Maria no Magnificat de Lutero. Revista Metodista, [S. l.], v. 30, n. 2, p. 41-69, 2016. https://doi.org/10.15603/2176-1078/er.v30n2p41-69.

SOBRINO, Jon. O Deus que liberta seu povo: a fé em Jesus Cristo. Ensaio a partir das vítimas. Rio de Janeiro: Vozes, 2000.

SUNG, Jung Mo. Deus e ídolo na economia. São Paulo: Paulus, 1992.

SUNG, Jung Mo. Debate Teologia e Economia: A Idolatria do Mercado e os Desafios Pastorais. Contexto Pastoral, São Paulo, n. 18, jan./fev. 1994. Suplemento.

Publicado
2020-10-29