Violência contra pessoa idosa a partir da análise de boletins de ocorrência

  • Anelise Crippa Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Karen Letícia Canedo Rohde Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul
  • Carla Helena Augustin Schwanke Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Anamaria Gonçalves dos Santos Feijó Unidade de Pesquisa Clínica Carlos Isaia Filho
Palavras-chave: violência, idosos, saúde pública

Resumo

Buscou-se descrever frequência dos tipos de violência contra o idoso, perfil sócio-demográfico dos envolvidos e associação violência/sexo. Foram avaliados boletins de ocorrência (BO) da Delegacia de Proteção ao Idoso de Porto Alegre/RS. Para análise utilizou-se o teste qui-quadrado ou teste exato de Fisher. O nível de significância foi P≤0,05. Foram analisados 1996 BO - 2011. A violência mais frequente foi ameaça e o menos, abandono. A maioria que sofreu violência foi mulher, baixa escolaridade, cor branca, aposentada e sem relacionamento estável. Quanto aos comunicantes, a maioria era mulher, com pouca escolaridade e cor branca. A maioria dos acusados era homem, com maior escolaridade, cor branca e com atividade remunerada. Abandono e negligência foram mais cometidos por mulheres e ameaça por homens. Faz-se necessário a conscientização em relação à vulnerabilidade biopsicossocial dos idosos e a busca por medidas protetivas e políticas públicas de apoio a esta crescente parcela da população brasileira.

Biografia do Autor

Anelise Crippa, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Advogada. Especialista em Direito Processual Civil. Especialista em Direito de Família. Mestre em Gerontologia Biomédica. Doutoranda do Programa de Pós-graduação em gerontologia biomédica - IGG/PUCRS.
Karen Letícia Canedo Rohde, Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul

Bióloga. Acadêmica da FADERGS.

Carla Helena Augustin Schwanke, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Médica geriatra. Doutora em Gerontologia Biomédica. Professora do Programa de Pós-graduação em Gerontologia Biomédica do Instituto de Geriatria Gerontologia da PUCRS.

Anamaria Gonçalves dos Santos Feijó, Unidade de Pesquisa Clínica Carlos Isaia Filho

Bióloga. Doutora em Filosofia. Gerente de Bioética e Assistente de pesquisa da Unidade de Pesquisa Clínica Carlos Isaia Filho.

Referências

ABATH, Marcella de Brito; LEAL, Márcia Carréra Campos; MELO FILHO, Djalma Agripino de. Fatores associados à violência doméstica contra a pessoa idosa. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, n. 1592, p. 305-314, 2012. https:// doi.org/10.1590/S1809-98232012000200013

ANJOS, Marcio Fabri. A vulnerabilidade como parceira da autonomia. Revista Brasileira de Bioética, v. 2, n. 2, p. 173-186, 2006.

CORREIA, Thyago Moreira Paranhos; LEAL, Márcia Carréra Campos; MARQUES, Ana Paula de Oliveira; SALGADO, Raphael Almeida Gomes; MELO, Hugo Moura de Albuquerque. Perfil dos idosos em situação de violência atendidos em serviço de emergência em Recife-PE. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 529-536, 2012. https://doi.org/10.1590/S1809-98232012000300013

ESTATUTO DO IDOSO. Lei nº 10.741 de 1º de outubro de 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.741.htm Acesso em: 06 ago. 2015.

FREITAS, Cibelly Aliny Siqueira Lima; TEÓFILO, Tiago José Silveira. Avaliação construtivista, sob uma abordagem integradora e intersetorial, das ações do Projeto Disque Idoso em Sobral. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, n. 6, p. 2825-2833, 2012. https://doi.org/10.1590/S1413- 1232010000600020

GORBIEN, Martin J.; EISENSTEIN, Amy R. Elder Abuso and Neglect: a overview. Clinics in Geriatric Medicine. n. 21, p. 279-292, 2005. https://doi.org/10.1016/j.cger.2004.12.001

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Síntese de indicadores sociais. 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Projeções e estimativas do Brasil e das Unidades da Federação. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/. 2015. Acesso em: 04 ago. 2015.

KRUG, Etienne G.; DAHLBERG, Linda L.; MERCY, James A; ZWI, Anthony B.; LOZANO, Rafael. Relatório Mundial sobre Violência e Saúde. Genebra, OMS, 2002. Vol. 1, p. 1-42.

LOCH, Jussara; GAUER, Gabriel José Chittó; CLOTET, Joaquim. Bioética, Dignidade humana e vulnerabilidade: a declaração universal de bioética e direitos humanos da UNESCO a partir de uma perspectiva latino- mericana. In: CASADO, Maria. Sobre a dignidade e os princípios: análise da Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos da UNESCO. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2013. p. 283-295.

LUNA, Florencia. A Declaração da UNESCO e a vulnerabilidade: a importância da metáfora das camadas. In: CASADO, Maria. Sobre a dignidade e os princípios: análise da Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos da UNESCO. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2013. p. 297-311.

MANITA, Celina. A intervenção em agressores no contexto da violência doméstica em Portugal. Lisboa: CIDM, 2005. (Coleção estudos de gênero, 2).

MASCARENHAS, Márcio Dênis Medeiros; ANDRADE, Silvânia Suely Caribé de Araújo; NEVES, Alice Cristina Medeiros das; PEDROSA, Ana Amélia Galas; SILVA, Marta Maria Alves da; MALTA, Deborah de Carvalho. Violência contra a pessoa idosa: análise das notificações realizadas no setor saúde – Brasil, 2010. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 9, p. 2331-2341, 2012. https:// doi.org/10.1590/S1413-81232012000900014

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Violência contra idosos. Eixo temático. 2003. Disponível em: http://www.observatorionacionaldoidoso. fiocruz.br/biblioteca/_eixos/3.pdf Acesso em: 06 ago. 2015.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Violência contra idosos: o avesso do respeito à experiência e à sabedoria. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2004. Disponível em: http://www.portalinclusivo.ce.gov.br/phocadownload/artigosidoso/

violenciacontraapessoaidosa.pdf Acesso em: 06 ago. 2015.

MILL, John Stuart. On Liberty. Canada: Batoche Books. 2001.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Política Nacional de redução da morbimortalidade por acidentes e violências. Brasília. 2002.

MOURA, José Guilherme de Arruda; ALMEIDA, Maria José Estumano; BRITO, José Mário Barbosa. Perfil de casos de maus tratos registrados na Promotoria do Idoso, em 2008, na cidade de Belém/Pará. Revista Virtal de Divulgação, n. 12, 2011. Disponível em: <http://www.portaldoenvelhecimento.org.br/index.php>. Acesso em: 06 out. 2015.

NOGUEIRA, Caroline Furtado; FREITAS, Maria Célia de; ALMEIRA, Paulo César de. Violência contra idosos no município de Fortaleza, CE: uma análise documental. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3, p. 543-554, 2011. https://doi.org/10.1590/S1809-98232011000300014

OLIVEIRA, Maria Liz Cunha de; GOMES, Ana Cláudia Gonçalves; AMARAL, Cláudia Pereira Machado; SANTOS, Laysa Buriti dos. Características dos idosos vítimas de violência doméstica no Distrito Federal. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 555-566, 2012. https://doi.org/10.1590/S1809- 98232012000300016

PINHEIRO, Jeferson Souto; CUNHA, Patrícia Carvalho; SILVA, Rosane Carneiro da; ANDRADE, Marinúbia Chaves de. Perfil dos idosos que sofreram violência atendidos em uma instituição de Salvador no ano de 2008. Revista Baiana de Saúde Pública, Salvador, v. 35, n. 2, p. 264-276, 2011.

PINTO, Francine Nathálie Ferraresi Rodrigues; BARHAM, Elizabeth Joan; ALBUQUERQUE, Paloma Pagolo de. Idosos vítimas de violência: fatores sociodemográficos e subsídios para futuras intervenções. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 13, n. 3, p. 1159-1181, 2013.

SOUSA, Danúbia Jussana de; WHITE, Harriet Jane; SOARES, Letícia Maria; NICOLOSI, Gloria Teixeira; CINTRA, Fernanda Aparecida; D'ELBOUX, Maria José. Maus-tratos contra idosos: atualização dos estudos brasileiros. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 13, n. 4, p. 321-328, 2010. https://doi.org/10.1590/S1809-98232010000200016

SOUZA, Jacy Aurélia Vieira de; FREITAS, Maria Célia de; QUEIROZ, Terezinha Almeida de. Violência contra os idosos: análise documental. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 60, n. 3, p. 268-272, 2007. https://doi.org/10.1590/S0034-71672007000300004

UNESCO. Declaração Universal de Bioética e Direitos Humanos. 2005. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/ images/0014/001461/146180por.pdf. Acesso em: 08 out. 2015.

Publicado
2016-12-31
Seção
Violência, Crime e Segurança Pública