Literatura, música e sociedade

Repressão na Metamorfose de Kafka

Palavras-chave: Metamorfose, Música, Kafka, Literatura, Sociedade

Resumo

Além de realizar um resgate interdisciplinar sobre alguns aspectos relativos à música e à literatura, este artigo pretende trabalhar a presença e ausência da representação da música na obra A Metamorfose (1915) de Franz Kafka. Tendo em vista a sociedade como uma possível forma repressora de tratar a identidade, Gregor Samsa, o protagonista da novela, será analisado a partir da relação sobrevivência vs. música. A partir de contextualização histórica e literária e recortes envolvendo Filosofia e Psicologia, a música e a literatura são  trabalhadas, de forma interdisciplinar,  ao lado da ideia de arte como transformação. Estes conceitos ajudam a compreender a relação de Greta e Gregor, a ideia da metamorfose em Kafka e a perda da humanidade na sociedade moderna. Conclusivamente, a música é compreendida neste trabalho, tanto por sua função curadora como por sua raison d’etre, isto é, um  produto humano: simbólico, sócio-afetivo e imaginativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alisson Preto Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil

Doutorando no programa de pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

ANDRADE, Mário de. O movimento modernista. In: ANDRADE, Mário de. Aspectos da literatura brasileira. São Paulo: Martins, 1974. p. 231-258.

ANDRADE, Mário de. Macunaíma: o herói sem nenhum caráter. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2013.

BEGLEY, Louis. O mundo prodigioso que tenho na cabeça – Franz Kafka: um ensaio biográfico. Tradução de Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BRASIL, Luiz Antonio de A. II Introdução: Literatura e Música. In: BRITO, José Domingos de (org.). Mistérios da Criação Literária. Literatura e Música: Depoimentos célebres e bibliografias. [S. I.]: Tiro de Letra, 2015. v. 6, p. 11-17. Disponível em: http://www.tirodeletra.com.br/curiosidades/Vol.6-LiteraturaeMusica.htm. Acesso em: 08 jun. 2021.

ECO, Umberto. A definição da arte. São Paulo: M. Fontes, 1986.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. 1. ed. São Paulo: Cia das Letras, 2011.

FREUD, Sigmund. A divisão do Ego no processo de defesa. In: FREUD, Sigmund. Edição eletrônica brasileira das obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, [18--] v. XXIII. CD-ROM.

FURTADO, José L. Música e Imaginação em “Lições sobre a consciência imanente do Tempo” de Husserl. In: SIMPÓSIO DE ESTÉTICA E FILOSOFIA DA MÚSICA. Anais [...]. Porto Alegre: UFRGS, 2013. p. 18-26. Disponível em: http://www.ufrgs.br/sefim/ojs/index.php/sm/article/viewFile/36/3. Acesso em: 14 nov. 2019.

KAFKA, Franz. A Metamorfose. Tradução de Modesto Carone. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

LEBOWITZ, Michael A. Trapped inside the box? Five questions for Ben Fine. In: Historical Materialism, Leiden, n. 18, p. 131-149, 2010. Disponível em: https://www.surplusvalue.org.au/Marxism/marx%20lebowitz%20on%20fine.pdf. Acesso em: 15 nov. 2019.

LIMA, Sônia Albano. A música e os Sentimentos Humanos. Revista Interdisciplinaridade, São Paulo, n. 7, 2015.

MAHERIE, K. Processo de criação no fazer musical: uma objetivação da subjetividade, a partir dos trabalhos de Sartre e Vygotsky. Psicologia em Estudo, [S. I.], v. 8, n. 2, p. 147-153, 2003.

MED, Bohumil. Teoria da Música. 4. ed. Brasília: Musimed, 1996.

NASSER, Najat. O ethos na música grega. Boletim do CPA, Campinas, n. 4, jul./dez. 1997.

OLIVEIRA et al. Musicoterapia como ferramenta terapêutica no setor da saúde: uma revisão sistemática. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, 2014. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/revistaunincor/article/view/1739. Acesso em: 14 nov. 2019.

OVID, P. Metamorphoses. Gotha: Friedrich Andreas Perthes, 1892.

PRETO-SOUZA, A; MARTINEZ, L. Y. L. Metamorphoses: aesthetics, literature and society in Ovid and Kafka. European Journal of Literature Language and Lingustics Studies, v. 3. n. 1, p. 1-24, 2019. Disponível em: https://oapub.org/lit/index.php/EJLLL/article/view/80. Acesso em: 08 jun. 2021.

TEIXEIRA, Ana Lúcia. Franz Kafka, Fernando Pessoa e Mário de Andrade: o alcance das pequenas literaturas. Literatura e Conhecimento Sociológico, Porto Alegre, v. 20, n. 48, 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/sociologias/issue/view/3338/showToc. Acesso em: 13 nov. 2019.

ZWILLING, Carin. Santa Cecília: um percurso através da arte e da devoção. In: Religião, Arte e Literatura: interfaces do Sagrado. Revista Brasileira de Literaturas e Teologias, São Paulo, n. 9, p. 147-183, 2015.

Publicado
2020-12-31
Seção
Temathis (Dossiê temático)