O preto como signo de qualidade e distinção na comunicação da embalagem de alimentos

  • Carla Pereira Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Palavras-chave: Simbolismo das cores, comunicação visual, design de embalagens

Resumo

Esta pesquisa aborda o conteúdo simbólico veiculado na comunicação da embalagem de alimentos, focando no papel desempenhado pelas cores na construção da mensagem visual. Baseia-se em resultados de pesquisa de doutorado em que foram examinadas embalagens de dez cores distintas. Investigou-se a linguagem das cores como um sistema de signos, apoiando-se na teoria de Saussure e em modelos de classificação e análise propostos por Peirce e pelo Groupe µ. Este artigo faz um recorte do espectro de cores examinadas na tese, descrevendo os resultados obtidos para a cor preta e analisando sua função simbólica na construção da imagem de excelência dos produtos. Conclui-se que as embalagens e rótulos pretos refletem desdobramentos da massificação do gosto pelo luxo no consumo de alimentos industrializados, reproduzindo signos de distinção social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Pereira, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela USP, na área de concentração Design

Membro do corpo docente permanente do Programa de Pós Graduação em Design da Universidade Federal de Campina Grande

Referências

BARTHES, Roland. Elementos de semiologia. São Paulo: Cultrix, 2006.

BATCHELOR, David. Cromofobia. São Paulo: Senac, 2007.

BENCH MARK DESIGN. Embalagem de vinagre balsâmico. Disponível em: http://www.bench.com.br/balsamico.html

Acesso em: 03 mar. 2014.

BERLIN, Brent; KAY, Paul. Basic color terms: their universality and evolution. Los Angeles: University of California Press, 1991.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp, 2008.

BUCCHETTI, Valeria. La messa in scena del prodotto. 2. ed., Milano: Franco Angeli, 2002.

_____. Packaging design: storia, linguaggi, progetto. Milano: Franco Angeli, 2005.

CAIVANO, José Luis. Color and semiotics: a two-way street. Color Research and Application, v. XXIII, 6 Dec. 1998.

CAVASSILAS, Marina. Clés et codes du packaging. Paris: Lavoisier, 2007.

ENDT, Evert ; GRANDADAM, Sabine. Design for everyday objects. In: Jocelyn de Noblet (Ed.). Industrial Design: reflection of a century. Paris: Flammarion, p. 30-36, 1993.

FISCHLER, Claude. L’homnivore: le goût, la cuisine et le corps. Paris: Odile Jacob, 2001.

FERRARESI, Mauro. Il packaging. Milano: Franco Angeli, 2003.

GAGE, John. 1993. Colour and culture: practice and meaning from antiquity to abstraction. London: Thames and Hudson, 1993.

GALLO. Embalagem de azeite de oliva. Disponível em: http://www.gallooliveoil. com/br/produtos.aspx

Acesso em: 13 set. 2011.

GROUPE μ. Tratado del signo visual: para una retórica de la imagem. Madrid: Catedra, 1993.

HARVEY, John. Homens de preto. São Paulo: Unesp, 2003.

HELLER, Eva. Psicología del color: cómo actúan los colores sobre los sentimientos y la razón. Barcelona: Gustavo Gili, 2004.

JOHN WALKER & SONS. Código de cores para whisky de 1906. Disponível em: http://www.keepwalking.pt

Acesso em: 24 mar. 2011.

KOZAC, Gisela; WIEDEMANN, Julius. Package design now! Köln: Tashen, 2008.

LIPOVETSKY, Gilles e ROUX, Elyette. O luxo eterno: da idade do sagrado ao tempo das marcas. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

LUZZATTO, Lia; POMPAS, Renata. I colori del vestire. Milano: Hoepli, 1997.

MULLER CAMACHO DESIGN. Embalagem de água mineral. Disponível em: http://www.mullercamacho.com.br Acesso em: 20 abr. 2011.

PASTOUREAU, Michel. Colour, design and mass consumption: the history of a difficult encounter (1880-1960). In: Jocelyn de Noblet (Ed.). Industrial Design: reflection of a century. Paris: Flammarion, p. 336-341, 1993a.

_____. Dicionário das cores do nosso tempo: simbólica e sociedade. Lisboa: Editorial Estampa, 1993b.

_____. Preto: história de uma cor. São Paulo: Editora Senac, 2011.

PEIRCE, Charles S. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1995.

PEPSICO Inc. Embalagem de salgadinho de batata. Disponível em: http://www.pepsico.com.br/elma-chips-sensacoes

Acesso em: 17 fev. 2014.

PERI, Claudio. The universe of food quality. Food Quality and Preference, v. 17, p. 3-8. 2006. Disponível em: http://www.sciencedirect.com

Acesso em: 25 mai. 2009.

RILEY, Charles A. Color codes: modern theories of color in philosophy, painting and architecture, literature, music and psychology. London: University Press of New England, 1995.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2012.

Publicado
2017-01-02
Como Citar
Pereira, C. (2017). O preto como signo de qualidade e distinção na comunicação da embalagem de alimentos. Revista FAMECOS, 24(1), ID23706. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2017.1.23706
Seção
Mídia e Cultura