Proveniência na história

Fontes históricas, da teoria à prática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15448/2178-3748.2022.1.42491

Palavras-chave:

Fontes históricas, Proveniência, Crítica

Resumo

A proveniência engloba todo o ciclo de vida de um documento desde sua manufatura, enquadrando todos os detalhes técnicos, políticos e sociais. É usualmente expressa por meio de uma cronologia de proprietários, custódia ou localização de um objeto. Incluindo nomes e outras informações contextuais de interesse para os historiadores. Este artigo tem o objetivo de destacar a pesquisa de proveniência, e a sua aplicabilidade frente ao uso das fontes históricas e tratará da pesquisa de proveniência sob três aspectos: a) as marcas de proveniência como fonte histórica; b) a pesquisa de proveniência como um requisito básico do historiador para comprovar a veracidade das fontes utilizadas para a construção de sua narrativa; e c) o uso da pesquisa de proveniência como uma forma de realizar a análise crítica da fonte. A coleta de dados para a construção deste artigo baseou-se em revisão bibliográfica e documental, realizada em fontes nacionais e estrangeiras, disponíveis em formatos tanto físicos quanto digitais, com um método exploratório não exaustivo e uma abordagem qualitativa. Diante das diferentes e possíveis circunstâncias apresentadas pela pesquisa de proveniência, ressalta-se a importância dos estudos sobre a proveniência das fontes históricas, por serem fontes históricas, para o conhecimento de sua história enquanto objeto material e par 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alissa Esperon Vian, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande, RS, Brasil.

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande, RS, Brasil. Mestranda no Programa de Pós-graduação Mestrado profissional em História pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande, RS, Brasil.

Referências

ARQUIVOS & conceitos: Classificação dos documentos. In: Arquivo Público Do Estado do Rio Grande Do Sul. [S. l.], 26 mar. 2014. Disponível em: https://arquivopublicors.wordpress.com/2014/03/26/arquivos-conceitos-classificacao-dos-documentos. Acesso em: 11 nov. 2021.

BIBLIOTHÈQUE MUNICIPALE DE LYON. Mounier, Bruno, 18…?-18…?. 2021. 1 fotografia. Disponível em: https://numelyo.bmlyon.fr/f_eserv/BML:BML_06PRV01000Rs813225193/web_BML_06PRV01000Rs8132251170.jpg. Acesso em: 9 jul. 2021.

BLOCH, Marc; BLOCH, Etienne. Crítica histórica e crítica do testemunho. In: BLOCH, Marc. História e Historiadores: textos reunidos por Etienne Bloch. Lisboa: Editorial Teorema, 1998. p. 21-30.

GEORGINA, C. How do I talk about the provenance and relevance of a primary source? In: MyTutor. Reino Unido, 2021. Disponível em: https://www.mytutor.co.uk/answers/16519/A-Level/History/How-do-I-talk-about-the-provenance-and-relevance-of-a-primary-source. Acesso em: 17 nov. 2021.

RODRIGUES, Marcia, VIAN, Alissa; TEIXEIRA, Heytor. Marcas de procedência: contribuições para o estudo do livro raro. Encontros Bibli: Revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da informação, Florianópolis, v. 25, p. 1-20, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2020.e65498. Acesso em: 20 nov. 2021.

CONSIGLIO, Brian. Provenance: How an object’s origin can facilitate authentic, inclusive storytelling. In: College of Education & Human Development - University of Missouri. Columbia: [s. n], 2021. Disponível em: https://education.missouri.edu/2021/05/provenance-how-an-objects-origin-can-facilitate-authentic-inclusive-storytelling. Acesso em: 6 dez. 2021.

PRESSE, France. Meghan Markle admite ter participado de biografia não oficial. G1, [S. l.], 11 ago. 2021. Disponível em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/11/11/meghan-markle-admite-ter-participado-de-biografia-nao-oficial.ghtml. Acesso em: 6 dez. 2021.

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

M., Yasmin. How do I approach a source analysis question? In: MyTutor. Reino Unido: [s. n.], 2021. Disponível em: https://www.mytutor.co.uk/answers/60215/GCSE/History/How-do-I-approach-a-source-analysis-question. Acesso em: 25 nov. 2021.

MUHLSCHLEGEL, Ulrike. Antiquariatskataloge, Auktionskataloge und bibliographische Zeitschriften. In: Blog Fachinformationsdienst Lateinamerika, Karibik Und Latino Studies. [S. l.], 25 jan. 2019. Disponível em: https://fid-lateinamerika.de/2019/01/25/la-bibliografia-ein-katalog-antiquarischer-buecher-aus-mexiko. Acesso em: 12 nov. 2021.

NEHER, Clarissa. A história de livros roubados por nazistas. In: DW. [S. l.], 21 nov. 2016. Disponível em: https://www.dw.com/pt-br/pesquisadores-desvendam-a-hist%C3%B3ria-de-livros-roubados-por-nazistas/a-36568444. Acesso em: 15 dez. 2021.

NIU, Jinfang. Provenance: crossing boundaries. Archives and Manuscripts, Austrália, v. 41, n. 2, p. 105-115, jul. 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1080/01576895.2013.811426. Acesso em: 5 maio 2021.

PROST, Antoine. Os fatos e a crítica histórica. In: Doze lições sobre a história. 2. ed. Belo horizonte: Autêntica, 2008.p. 211-233.

PROVENIENCE: Základní typy provenienčních záznamů. In: PROVENIO (República Tcheca). Provenience: Základní typy provenienčních záznamů. [S. l.], 2021. Disponível em: https://www.provenio.net/provenience. Acesso em: 4 ago. 2022.

RECODE. (Brasil). In: Curso práticas leitoras. Rio de Janeiro: [s. n.], 2021. Disponível em: https://recode.org.br. Acesso em: 8 nov. 2021.

RODRIGUES, Márcia Carvalho; VIAN, Alissa Esperon; SILVA, Mariana Briese da; RODRIGUES, Luíse de Oliveira (comp.). Glossário ilustrado de marcas de proveniência. Porto Alegre: TESA/UFRGS, 2021. Disponível em: bit.ly/proveniência. Acesse em: 20 mar. 2022.

ROSE, Janet. How To Use Provenance In History Exams. In: ROSE, Janet. Blog The Tutor Team. Reino Unido, 2019. Disponível em: https://www.thetutorteam.com/history/how-to-use-provenance-in-history-exams. Acesso em: 29 nov. 2021.

REED, Marcia. Provenance of rare books. In: BATES, Marcia (coord.). Encyclopedia of library and information sciences. Boca Raton: CRC Press, 2020. v. 6, p. 4333-4339.

SWEETNAM, Mark. Tracking provenance. The History of the Book in the Early Modern Period: 1450 to 1800. In: Future Learn. Dublin: Trinity College Dublin, 2020. Disponível em: https://www.futurelearn.com/info/courses/history-of-the-book/0/steps/71702. Acesso em: 17 jan. 2021.

TINEM, Nelci; BORGES, Lucia. Ginzburg e o paradigma indiciário. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 22., 2003, João Pessoa. Anais [...]. João Pessoa: ANPUH, 2003. Disponível em: http://www.lppm.com.br/sites/default/files/livros/Ginzburg%20e%20o%20paradigma%20indici%C3%A1rio.pdf. Acesso em: 6 dez. 2021.

UNIVERSITY OF BONN. Provenance Research and History of Collecting. Alemanha: University of Bonn, 2021. Disponível em: https://www.uni-bonn.de/en/studying/degree-programs/degree-programs-a-z/provenance-research-and-history-of-collecting-ma. Acesso em: 10 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2022-10-31

Como Citar

Vian, A. E. (2022). Proveniência na história: Fontes históricas, da teoria à prática. Oficina Do Historiador, 15(1), e42491. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2022.1.42491