Etnia, etnicidade e modernidade

Uma análise histórica do uso dos conceitos na África pós-colonial

Palavras-chave: Etnicidade, Expressões étnicas, Pós-colonial

Resumo

O momento pós-colonial africano enfrenta desde a segunda metade do século XX, dentre inúmeras adversidades, conflitos muitas vezes denominados como “étnicos”. Entretanto, existem autores que alertam para o uso excessivo e, por vezes pouco crítico de conceitos como etnia, etnicidade, tribo e nação, no intuito de caracterizar maneiras pelas quais operam os empasses políticos no continente africano. Ao observar a trajetória destes conceitos ao longo do tempo se torna possível explicitar os problemas vividos pelas populações africanas, bem como compreender a gênese dos modelos de estado-nação vigentes na contemporaneidade. A fim de divergir de antigos paradigmas que por longo período reduziram a complexidade da história africana, um melhor entendimento dos usos conceituais alinhado a uma historicidade meticulosa se torna necessário para a escrita de uma história da África com mais criticidade e livre de preconceitos, os quais ainda se encontram amarrados ao racismo cientificista do século XIX. Pormenorizar conceitos de análise direcionados aos estudos do continente africano são de suma importância para a escrita de uma história livre de estigmas e de preconceitos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roger Machado Marques, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil – linha de pesquisa História Política, Intelectual e Mídias. 

Referências

ALMEIDA, Eugénio Costa. O Difícil Processo de Definição de Fronteiras e Pertenças Político-identitárias no Debate de Cabinda. Cadernos de Estudos Africanos, Lisboa, n. 25, p. 65-93, 2013. Disponível em: https://journals.openedition.org/cea/849. Acesso em: 15 set. 2019.

AMSELLE, Jean-Loup; M’BOKOLO, Elikia. No Centro da Etnia: Etnias, tribalismo e Estado na África. Lisboa: Edições Mulemba, 2014.

BEMBE, Miguel Domingos. Análise do Processo de Paz no Enclave de Cabinda. Cadernos de Estudos Africanos, Lisboa, n. 20, p. 27-54, 2010. Disponível em: https://journals.openedition.org/cea/140. Acesso em: 16 set. 2019.

BEMBE, Miguel Domingos. Partilha do poder no Enclave Angolano de Cabinda: Modelo e processo. MULEMBA Revista Angolana de Ciências Sociais, Mulemba, v. 4, n. 8, p. 1-22, 2014. Disponível em: https://journals.openedition.org/mulemba/416. Acesso em: 17 set. 2019.

BIRMINGHAM, David. Angola. In: CHABAL, Patrick (org.). A History of Postcolonial Lusophone Africa. Indiana: Indiana University Press, 2002. p. 137-184.

BITTENCOURT, Marcelo. O 25 de Abril e o MPLA. In: PAREDES, M. M.; PEREIRA, L. G. Depois dos Cravos. Porto Alegre: Edipucrs, 2017. p. 157-186.

CASTELO, Cláudia. Investigação científica e política colonial portuguesa: evolução e articulações, 1936-1974. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 19, n. 2, p. 391-408, abr./jun. 2012.

CAMBANDA, Francisco Domingos. A Questão Étnica como Fator de Estabilidade do Processo Político e do Desenvolvimento Socioeconômico em Angola. 2015. 382 f. Tese (Doutorado em Sociologia Econômica e das Organizações) – Instituto Superior de Economia e Gestão, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2015.

CAPOCO, Zeferino Dulo. O Nacionalismo e o Estado: Um Estudo Sobre a História Política de Angola (1961-1991). 2013. 333 f. Tese (Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais) – Instituto de Estudos Políticos, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, 2013.

COELHO, Virgílio. A classificação etnográfica dos povos de Angola (1.ª parte). MULEMBA Revista Angolana de Ciências Sociais, Mulemba, v. 5, n. 9, p. 1-13, 2015. Disponível em: http://journals.openedition.org/mulemba/473. Acesso em: 18 set. 2019.

FERNANDES, Gabriel. Em busca da Nação: notas para uma Reinterpretação do Cabo Verde Crioulo. Florianópolis: UFSC, 2006.

HALL, Stuart. A questão multicultural. In: HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Ed. UFMG; Brasília: Representação da Unesco no Brasil, 2003. p. 51-100.

HALL, Stuart. Estudos culturais: dois paradigmas. In: HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Ed. UFMG; Brasília: Representação da Unesco no Brasil, 2003. p. 131-159.

HORTA, José da Silva. “Nações”, marcadores identitários e complexidades da representação étnica nas escritas portuguesas de viagem Guiné do Cabo Verde (séculos XVI e XVII). Varia Historia, Belo Horizonte, v. 29, n. 51, p. 649-675, set./dez. 2013.

JASMIN, Marcelo Gantus; FERES JÚNIOR, João (org.). História dos Conceitos: Debates e perspectivas. Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2006.

KOSELLECK, Reinhart. Estratos do Tempo: estudos sobre a História. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC-RIO, 2014.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: Contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC-Rio, 2006.

MAMDANI, Mahmood. Citizen and Subject: Contemporary Africa and the Legacy of Late Colonialism. New Jersey, Princeton University Press,1996.

MANGOVO, Patrício Munengo. Os Desafios da Paz em Angola e as Dinâmicas do Conflito em Cabinda. Nação e Defesa, Lisboa, n. 131, p. 91-123, 2012. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/7656/1/NeD131_PatricioMunengoMangovo.pdf. Acesso em: 19 set. 2019.

NEUMANN, Rui. Contributo Para A Controvérsia Sobre O Tratado De Simulambuco. CEDIS Working Papers, Lisboa, n. 2, p. 1-30, out. 2017.

OLIVEIRA, Ricardo Soares de. Magnífica e Miserável: Angola desde a Guerra Civil. Lisboa: Tinta da China, 2015.

PEARCE, Justin. A Guerra Civil em Angola 1975-2002. Lisboa: Tinta da China, 2017

POCOCK, John. Linguagens do Ideário Político. Edusp, 2003.

POUTIGNAT, Philippe; STREIFF-FENART, Jocelyne. A etnicidade, definições e conceitos. In: POUTIGNAT, Philippe; STREIFF-FENART, Jocelyne. Teorias da etnicidade. São Paulo: UNESP, 1998. p. 85-121.

POUTIGNAT, Philippe; STREIFF-FENART, Jocelyne. O estado atual do debate sobre a etnicidade. In: POUTIGNAT, Philippe; STREIFF-FENART, Jocelyne. Teorias da etnicidade. São Paulo: UNESP, 1998. p. 123-140.

SILVA, Kalina Vanderlei; SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de Conceitos Históricos. São Paulo: Contexto, 2005.

SMITH, Anthony D. As bases étnicas da identidade nacional In: SMITH, Anthony D. Identidade Nacional. Lisboa, Gradiva, 1997. p. 37-61.

THIESSE, Anne-Marie. Ficções criadoras: as identidades nacionais. Anos 90, Porto Alegre, n.15, p. 7-23, 2001/2002.

Publicado
2022-06-21
Como Citar
Marques, R. M. (2022). Etnia, etnicidade e modernidade: Uma análise histórica do uso dos conceitos na África pós-colonial. Oficina Do Historiador, 15(1), e41537. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2022.1.41537