O CPERS, o petismo e a Assembleia Legislativa Gaúcha

Disputas em torno da representação do movimento sindical do professorado gaúcho e sua ligação com o Partido dos Trabalhadores durante o governo Olívio Dutra no Rio Grande do Sul (1999-2002)

Palavras-chave: Governo Olívio Dutra, Assembleia Legislativa, CPERS

Resumo

O nosso objetivo neste artigo é analisar de que maneira a oposição procurou explorar a relação entre o Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (CPERS) e o Governo do Estado no período em que Olívio Dutra (Partido dos Trabalhadores – PT) comandou o executivo do Rio Grande do Sul. Para isso, utilizamos as fontes jornalísticas (jornais Correio do Povo e Zero Hora) e discursos proferidos pelos parlamentares na tribuna da Assembleia Legislativa gaúcha (1999-2002). Para essa análise, nos apoiamos no aporte teórico da sociologia bourdesiana para compreender a luta simbólica entre as bancadas e seus agentes. Partimos da premissa de que o Governo era minoritário no parlamento e, por isso, tinha que enfrentar uma oposição que visava reverter a ascensão do PT no campo político regional. Além disso, consideramos o fato de os movimentos sociais servirem como um importante recurso do microcosmo governista, que proporcionou a conversão em capital político para ela, explicando parte de sua ascensão apesar da origem extraparlamentar do partido no período da redemocratização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Saraiva Lapuente, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil

Doutorando em História na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Referências

BOURDIEU, Pierre. Meditações pascalianas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. https://doi.org/10.1590/S0103-33522011000100008.

BOURDIEU, Pierre. O Campo Político. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 5, p. 193-216, jan./jul. 2011.

BOURDIEU, Pierre. CHARTIER, Roger. O sociólogo e o historiador. Belo Horizonte: Autêntica editora, BOURDIEU, Pierre.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989. p. 187-188.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas linguísticas: o que falar quer dizer. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

CAMINI, Lucia. O processo de construção da política educacional no Rio Grande do Sul de 1999 a 2002: relações, limites, contradições e avanços. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

CHAMPAGNE, Patrick. Formar a opinião: o novo jogo político. Petrópolis: Vozes, 1996.

CHAMPAGNE, Patrick. Poder simbólico y práctica democrática. In: WACQUANT, Loic (coord.). El mistério del ministério: Pierre Bourdieu y la política democrática. Barcelona: Gedisa, 2005.

CORADINI, Odaci. Em nome de quem? Recursos sociais no recrutamento de elites políticas. Rio de Janeiro: Relume, 2001.

DUTRA, Olívio. Programa de governo – texto para discussão (versão preliminar, não revisada) – 30.07.1998, p. 52.

ENTREVISTA de Cézar Busatto para César Filomena. DVD-ROM-2. Disponível em: https://goo.gl/JJaNBe. Acesso em: 25 out. 2017.

GOHN, Maria da Gloria. Abordagens teóricas no estudo dos movimentos sociais na América Latina. Caderno CRH, Salvador, v. 21, n. 54, 2006. https://doi.org/10.1590/S0103-49792008000300003.

LORENZONI, Onyx. Os 500 dias de governo do PT são outros 500. Porto Alegre: Sulina, 2000.

MENDES, Valdelaine. Participação na definição de uma política educacional: mecanismos de controle público sobre as ações do governo. Tese (Doutorado em Educação) -- São Paulo, Universidade de São Paulo, 2005.

PRZEWORSKI, Adam. Capitalismo e social-democracia. Companhia das Letras: São Paulo, 1991.

SCHMIDT, Benito. História e memória do PT gaúcho (1979-1988). (obra não publicada).

SECCO, Lincoln. História do PT. São Paulo: Ateliê editorial, 2016.

WACQUANT, Loic. Indicaciones sobre Pierre Bourdieu y la política democrática. In: WACQUANT, Loic (coord.). El misterio del ministerio: Pierre Bourdieu y la política democrática. Barcelona: Gedisa, 2005, p. 28. grifo do autor.

ANAIS DA ALERGS (1999-2002).

JORNAL CORREIO DO POVO (Arquivo Correio do Povo).

JORNAL ZERO HORA (Arquivo Museu Hipólito da Costa).

Publicado
2020-08-20
Como Citar
Lapuente, R. S. (2020). O CPERS, o petismo e a Assembleia Legislativa Gaúcha: Disputas em torno da representação do movimento sindical do professorado gaúcho e sua ligação com o Partido dos Trabalhadores durante o governo Olívio Dutra no Rio Grande do Sul (1999-2002). Oficina Do Historiador, 13(2), e33627. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2020.2.33627
Seção
Artigos