Da razão Cósmica à razão de Estado

Foucault e a Ciência do Poder

Palavras-chave: Razão Pastoral, Razão de Estado, Foucault, Governamentalidade, Biopoder

Resumo

O presente artigo pretende apresentar de que maneira Michel Foucault compreende a passagem do modo de governo baseado no modelo da pastoral das almas para o modelo de “governamentalidade” dos homens baseado no discurso científico (biopoder). Para tanto, se faz aqui uma análise de algumas aulas ministradas em seu curso “Sécurité, territoire, population” (Segurança, território e população) em 1978, no qual, Foucault introduz sua reflexão acerca de como se desenvolve a ideia de “Razão de Estado” e de soberania do poder em detrimento da mentalidade pastoral baseada no governo de acordo com o cosmo e na economia da salvação. Por fim, se alerta que embora, no discurso aconteça uma ruptura radical entre o modo antigo e o moderno, na prática esses modelos podem se cruzar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elvis de Oliveira Mendes, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), João Pessoa, PB, Brasil

Mestre em Ética e Filosofia Política pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), doutorando em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlandia (UFU).

Vagner Acácio de Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

ADVERSE, Helton. Para uma Crítica da Razão Política: Foucault e a Governamentalidade. Revista Estudos Filosóficos, UFSJ-MG, n. 4, p. 1-25, 2010.

CASTRO-GÓMEZ, Santiago. Historia de la gubernamentalidad l. Razón de Estado, liberalismo y neoliberalismo en Michel Foucault, Bogotá: Siglo del Hombre Editores; Pontificia Universidad Javeriana-Instituto Pensar; Universidad Santo Tomás de Aquino, 2015.

FOUCAULT, M. Sécurité, territoire, population. Cours au Collège de France. 1977-1978. Paris: Gallimard/ Seuil, 2004.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território e população. Curso dado no Collège de France (1977-1978). Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Marins Fontes, 2008.

SANTOS, Eleandro. M. Genealogia da governamentalidade em Michel Foucault. 2010. Dissertação (Mestrado) – UFMG, Belo Horizonte, 2010b.

SANTOS, Eleandro. Do governo pastoral à governamentalidade: crítica da razão política em Michel Foucault. Revista PERI, Santa Catarina, 2010a.

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Mendes, E. de O., & Acácio de Oliveira, V. (2020). Da razão Cósmica à razão de Estado: Foucault e a Ciência do Poder. Intuitio, 13(2), e35336. https://doi.org/10.15448/1983-4012.2020.2.35336
Seção
Artigos