Boécio e a consolação da filosofia: considerações acerca da virtude

  • MARLO DO NASCIMENTO PPG FILOSOFIA UNISINOS
Palavras-chave: Boécio. De Consolatione Philosophiae. Natureza Humana. Virtude

Resumo

O propósito deste artigo é apresentar algumas características da obra De Consolatione Philosophiae de Boécio, estabelecendo uma relação com o contexto no qual o pensador romano viveu e se encontrou, enquanto a escrevia. Dando também atenção para o aspecto da personificação da "Filosofia” interlocutora de Boécio na prisão. Isso, com o intuito central de buscar compreender como o pensador relaciona a questão da virtude com a noção de natureza racional humana, tema que se faz presente no livro I de sua Obra. Por fim, demonstrando que a virtude, na consolação da Filosofia, se configura como sendo o uso pleno da razão humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARLO DO NASCIMENTO, PPG FILOSOFIA UNISINOS
Doutorando em Filosofia na Unisinos. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas - UFPEL e Especialista em Gestão Pública e Sociedade pela Universidade Federal do Tocantins - UFT. Graduado em Filosofia pelo Instituto Superior de Filosofia Berthier - IFIBE e em Ciências Econômicas, pela Universidade Federal do Rio grande - FURG.

Referências

BOÉCIO. A Consolação da Filosofia. Trad. do latim por Willian Li. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

________¬. La consolazione della filosofia. Versão bilíngue latim-italiano. A cura di Claudio Moreschini. Torino: UTET libreria, 2006.

COELHO, C. D. A Filosofia como modo de vida: Boécio e seu De Consolatione Philosophiae. 1 ed. Rio de Janeiro: CBJE, 2011.

COURCELLE, P.. Boezio. In: Dizionario biografico degli italiani. Roma: Istituto della Enciclopedia Italiana, vol. XI, pp. 142-165, 1969.

GILSON, E. A filosofia na Idade Média. Trad. Eduardo Brandão. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

HIRSCHBERGER, J. Historia de la Filosofía. Antigüedad, Edad Media, Renacimiento (Tomo I). 15 ed. Barcelona: herder, 1994.

INWOOD, B. Stoicism. In: FURLEY, D. (Org.), Routledge History of Philosophy (vol. 2: From Aristotle to Augustine). London and New York: Routledge, pp. 222-252, 1999.

MCMAHON, R. Understanding the Medieval Meditative Ascent Augustine, Anselm, Boethius and Dante. Washington, D.C.: Catholic University of America Press, 2006.

MARENBON, J. Boethius (Great medieval thinkers). Oxford: Oxford University Press, 2003.

O’DALY, G. The Poetry of Boethius: Studies in the Consolation of Philosophy. London: The University of North Carolina Press, 1991.

PECORARI, F. A consolação da filosofia de Boécio: outra face da Idade Média? In: COSTA, Marcos Roberto Nunes e DE BONI, Luis Alberto (Orgs.). A ética medieval face aos desafios da contemporaneidade. Porto Alegre: Edipucrs, pp. 53-65, 2004.

PIÑAN, A. C. Prologo. In: BOÉCIO, La Consolacion de la Filosofia. Buenos Aires: Aguilar, 1973.

RODRIGUES, R. A. Severino Boécio e a invenção filosófica da dignidade humana. Revista seara Filosófica (Online), v. 5, pp. 3-20, 2012.

RODRÍGUEZ, J. A. La Antropología de Boécio. In: La ciudad de Dios (revista agustiniana) vol. CCVIII. El Escorial: Real Monasterio, pp. 225-263, 1995.

SAVIAN FILHO, J. Boécio e a ética eudaimonista. In: Cadernos de ética e Filosofia política 7. São Paulo: Produção USP, pp. 109-127, 2005.

_________. A busca de unidade interior. In: Revista Cult: Edição 143. São Paulo, p. 52-54, 2010.

Publicado
2016-08-30
Como Citar
NASCIMENTO, M. D. (2016). Boécio e a consolação da filosofia: considerações acerca da virtude. Intuitio, 9(1), 68-81. https://doi.org/10.15448/1983-4012.2016.1.20531
Seção
Artigos