TEMSIROLIMUS: uma nova opção para o tratamento de câncer de mama?

  • Liziane Pineda Lemos EDIPUCRS
  • Ana Paula Duarte de Souza
Palavras-chave: Câncer de mama. Temsirolimus. mTOR.

Resumo

O câncer de mama é a neoplasia maligna mais frequente entre as mulheres. Atualmente, existem inúmeras pesquisas e estudos em andamento buscando novas formas de tratamento. Entre elas, a via PI3K/AKT/mTOR, mediadora importante da progressão de diversos cânceres, tem ganho destaque. Esta via é fortemente desregulada no câncer de mama, levando a aplicação de inibidores de mTOR, como o temsirolimus, justificável. Este artigo revisou e discutiu dados encontrados na literatura referentes a ensaios clínicos para tratamento de câncer de mama com temsirolimus. Utilizando o banco de dados PUBMED e as palavras-chave “temsirolimus AND breast cancer” foram encontradas 71 publicações. Aplicando os critérios de inclusão e exclusão, restaram nove ensaios que utilizaram temsirolimus, isolado ou em combinação, para tratamento de pacientes com câncer de mama. Os estudos demonstraram que existe uma melhora significativa na utilização de temsirolimus para o tratamento desta enfermidade. Porém, a resposta observada nos ensaios que utilizaram temsirolimus isoladamente foram mais modestas do que naquelas com uso de combinações. Os efeitos adversos relatados foram reversíveis, mas alguns casos severos levaram a descontinuação do tratamento. Entendemos que mais estudos de Fase III são necessários para a confirmação de dados, uma vez que foi encontrado apenas um estudo neste nível e que não conseguiu alcançar respostas consideráveis.
Publicado
2014-11-12
Como Citar
Pineda Lemos, L., & Duarte de Souza, A. P. (2014). TEMSIROLIMUS: uma nova opção para o tratamento de câncer de mama?. Revista Da Graduação, 7(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/graduacao/article/view/19336
Seção
Faculdade de Farmácia