ANÁLISE EXPLANATÓRIA, EM TERMOS INTERPRETATIVOS, DAS QUESTÕES DO ENEM, SOB A ÓTICA DA TEORIA DA RELEVÂNCIA DE SPERBER E WILSON

  • Simone Lisandra da Luz de Castro EDIPUCRS
Palavras-chave: Inferências. Interpretação Textual. Código Linguístico. ENEM.

Resumo

O objetivo desse trabalho é fazer um estudo, em termos interpretativos, das questões do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, com base na Teoria da Relevância de Sperber e Wilson ( 1995 ). A análise, de caráter ilustrativo, de algumas questões propostas no exame foi realizada a fim de verificar o modo como foram formuladas, considerando que, na formação escolar do estudante, as atividades de compreensão textual priorizam a decodificação de enunciados, negligenciando os raciocínios inferenciais e o contexto. Abordamos a importância do leitor proficiente, tomando como base os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e enfatizando os processos inferenciais que, indo além do código, ocorrem durante a compreensão textual. Apresentamos as falhas identificadas nas questões analisadas, em especial no que se refere a alternativas que focam a interpretação meramente na decodificação dos enunciados, não estimulando os mecanismos inferenciais de raciocínio importantes para a busca do significado adequado. Finalmente, concluímos o estudo destacando como a Teoria da Relevância mostra-se adequada, em termos cognitivos, para explicar o processo inferencial que deveria conduzir o aluno à construção do significado pretendido.
Publicado
2014-11-12
Como Citar
Lisandra da Luz de Castro, S. (2014). ANÁLISE EXPLANATÓRIA, EM TERMOS INTERPRETATIVOS, DAS QUESTÕES DO ENEM, SOB A ÓTICA DA TEORIA DA RELEVÂNCIA DE SPERBER E WILSON. Revista Da Graduação, 7(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/graduacao/article/view/19333
Seção
Faculdade de Letras