A PARÓDIA EM LA LITERATURA NAZI EN AMÉRICA, DE ROBERTO BOLAÑO

  • Alice Canal EDIPUCRS
Palavras-chave: Paródia. La literatura nazi en América. História da Literatura latino-americana. Roberto Bolaño.

Resumo

Reconhecendo o uso e a importância da paródia na literatura, neste trabalho, propõe-se analisar o romance La literatura nazi en América, de Roberto Bolaño, buscando verificar a presença da paródia e destacar qual o sentido desse discurso paródico e a que ele se refere. Roberto Bolaño (1953-2003), escritor chileno, produziu uma densa obra, em um curto período (1984-2003), marcada pelo contexto de ditadura latino-americana, pela postura crítica sobre a relação entre literatura e poder (intelectualismo, ascensão e status social) e sobre cânones e histórias oficiais. No romance analisado, observa-se a compilação de escritores ficcionais da literatura nazista que sugere uma reflexão sobre os elementos relacionados à escrita da História da literatura, como a seleção e organização de temas e autores e a perspectiva subjetiva do historiador que influencia na construção dessa história.
Publicado
2014-11-12
Como Citar
Canal, A. (2014). A PARÓDIA EM LA LITERATURA NAZI EN AMÉRICA, DE ROBERTO BOLAÑO. Revista Da Graduação, 7(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/graduacao/article/view/19332
Seção
Faculdade de Letras