Atuação do Serviço Social na Saúde Mental: entre os desafios e perspectivas para efetivação de uma política intersetorial, integral e resolutiva

  • Suleima Gomes Bredow Centro Universitario Franciscano
  • Glória Maria Dravanz sem vinculo
Palavras-chave: Saúde Mental. Intersetorialidade. Integralidade. Ação profissional

Resumo

O presente artigo traz para discussão a prática profissional do serviço social na saúde mental, a partir da experiência de estágio curricular, desenvolvido no CAPS Escola, em Pelotas. Tem como objetivo demonstrar a importância da atuação em rede, como primeiro passo para o alcance de ações intersetoriais na saúde mental, a partir do processo de interlocução realizado no CAPS com as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Destaca, ainda, o papel fundamental da ação profissional do assistente social na construção de uma rede de cuidados dirigida para a integralidade do atendimento tendo como compromisso a autonomia e desenvolvimento da cidadania do usuário da Política de Saúde Mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suleima Gomes Bredow, Centro Universitario Franciscano
Mestre em Política Social pela Universidade Católica de Pelotas -RS.Professora do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Franciscano UNIFRA RS
Glória Maria Dravanz, sem vinculo
Assistente social, formada pela Universidade Católica de Pelotas RS.
Publicado
2010-12-23
Como Citar
Bredow, S. G., & Dravanz, G. M. (2010). Atuação do Serviço Social na Saúde Mental: entre os desafios e perspectivas para efetivação de uma política intersetorial, integral e resolutiva. Textos & Contextos (Porto Alegre), 9(2), 229 - 243. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/fass/article/view/7384
Seção
Trabalho do Assistente Social