Karl Marx, força de trabalho e trabalho abstrato

Mediações teóricas e políticas

Palavras-chave: Trabalho abstrato, Karl Marx, Economia Política

Resumo

A formação do pensamento de Karl Marx passou por momentos distintos e teve influências diversas. Dentre elas, destacam-se as chamadas “três fontes”: a filosofia alemã, a economia política inglesa e a perspectiva revolucionária. No caso da economia política, é possível visualizar três períodos centrais que demarcam diferenças importantes da relação de Marx com essa ciência: até 1844, entre 1845 e 1849, e a partir de 1857. Se, no trânsito desses períodos se destacam algumas categorias importantes, as formas de tratamento dados às categorias força de trabalho e trabalho abstrato anunciam importantes mediações teóricas e políticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Wellen, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil.

Pós-doutor em Teoria Política na University of Kent, em Canterbury, Inglaterra, 2019; doutor em Serviço Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil; professor associado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em Natal, RN, Brasil, atuando na graduação e na pós-graduação em Serviço Social. Professor colaborador da pós-graduação em Gestão Pública e Sociedade, da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), em Varginha, MG, Brasil. Possui várias pesquisas e publicações, com destaque para os seguintes livros: Para a Crítica da ‘Economia Solidária’ (2012), Arte e Emancipação: ensaios sobre cinema (2016) e Gestão Organizacional e Escolar: uma análise crítica (2010).

Referências

CARCANHOLO, Reinaldo. Apresentação. In: MARX, Karl. Contribuição à Crítica da Economia Política. 2 ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

ENGELS, Friedrich. Carta de Friedrich Engels para Margaret Harkness. In: WELLEN, Henrique; WELLEN, Héricka Medeiros (org.). Arte & Política: ensaios sobre estética e marxismo. São Paulo: ICP, 2019.

ENGELS, Friedrich. Introdução de F. Engels para Edição de 1891. In: MARX, Karl. Trabalho Assalariado e Capital & Salário, Preço e Lucro. 2 ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010. p. 19-30.

GRAMSCI, Antônio. A concepção dialética da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1988.

HEGEL, Georg Wilheim Friedrich. Fenomenologia do Espírito. Petrópolis: Vozes, Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 1992. (coleção Pensamento Humano).

LENIN, V. I. The three sources and three component parts of Marxism. In: LENIN, V. I. Collected Works. v. 19 (March – December, 1913). Progress Publishers, Moscow, 1977. p. 23-28.

MALTHUS, Thomas Robert. First Essay on Population (1798). London: Palgrave Macmillian, 1966. https://doi.org/10.1007/978-1-349-81729-0.

MANDEL, Ernest. The Formation of the Economic Thought of Karl Marx, 1843 to Capital. New York: Monthly Review Press, 1971.

MARX, Karl. Capital: a Critique of Political Economy. Vol. I, Book. I, The process of production of capital. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 35 (Karl Marx – Capital Volume I). London: Lawrence & Wishart, 2010a.

MARX, Karl. Contribution to the Critique of Policital Economy. Part One. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 29 (Marx 1857-61). London: Lawrence & Wishart, 2010b.

MARX, Karl. Economic and Philosophic Manuscripts of 1844. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 03 (Karl Marx March 1843-August 1844). London: Lawrence & Wishart, 2010c.

MARX, Karl. The Poverty of Philosophy. Answer to the Philosophy of Poverty by M. Proudhon. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 06 (Marx and Engels 1844-48). London: Lawrence & Wishart, 2010d.

MARX, Karl. Theses on Feuerbach [original version]. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 05 (Marx and Engels 1845-47). London: Lawrence & Wishart, 2010e.

MARX, Karl. The German Ideology. Critique of Modern German Philosophy According to Its Representatives Feuerbach, B. Bauer and Stirner, and of German Socialism According to Its Various Prophets. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 05 (Marx and Engels 1845-47). London: Lawrence & Wishart, 2010f.

MARX, Karl. Economic Manuscripts of 1857-1858. In: MARX, Karl; ENGELS, Frederick. Collected Works. v. 28 (Marx 1857-61). London: Lawrence & Wishart, 2010f.

MCLELLAN, David. Karl Marx: a biography. London: Papermarc, 1995.

MCLELLAN, David. Marx: um século de pensamento político (1883 – 1983). Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2006.

RICARDO, David. On the Principles of Political Economy and Taxation. Third edition. Ontario: Batoche books, 2001.

SMITH, Adam. An Inquiry into the Nature and Causes of the Wealth of Nations. Chicago: University of Chicago Press, 1977

WELLEN, Henrique. 1843-44: Marx e Engels e a rejeição filosófica e moral da economia política. Revista Novos Rumos. Marília, SP, v. 56, n. 1, p. 01-22, 2019. https://doi.org/10.36311/0102-5864.2019.v56n1.06.p37

Publicado
2020-12-22
Como Citar
Wellen, H. (2020). Karl Marx, força de trabalho e trabalho abstrato: Mediações teóricas e políticas. Textos & Contextos (Porto Alegre), 19(2), e37322. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2020.2.37322
Seção
Artigos e Ensaios