Visão de jovens pais e mães sobre medidas de acolhimento institucional de seus filhos

Palavras-chave: Juventude. Condições de vida. Violação de direitos de crianças. Acolhimento institucional.

Resumo

Reflete-se aqui sobre condições de vida e de consciência de jovens com filhos em acolhimento institucional, cujas medidas judiciais visaram preservar direitos ameaçados ou violados destas crianças. A pesquisa procurou identificar os elementos fundamentais que interferiram na reprodução social da família e
que comprometeram a proteção e os cuidados para com os filhos destes jovens. Verificou-se que estas situações denunciam uma expressiva falta de condições de vida para si e para seus filhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrícia Pavesi Helmer, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM), Bela Vista, Vitória

Assistente social pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Especialista em Gestão de Políticas Sociais Públicas e Privadas pela Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo. Mestranda em Política Pública e Desenvolvimento Local na Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM).

Raquel de Matos Lopes Gentilli, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM), Bela Vista, Vitória

Mestre em Ciências Sociais e Doutora em Serviço Social (PUC-SP). Assistente social pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Professora do Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local e do Curso de Serviço Social da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM).

Silvia Moreira Trugilho, Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM), Bela Vista, Vitória

Assistente social pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre e Doutora em Educação. Professora do Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM). Assistente social do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória em Vitória-ES.

Referências

BOTTOMORE, Tom (org.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2012.

BRASIL. Um olhar mais atento aos serviços de acolhimento de crianças e adolescentes no país. Brasília: Conselho Nacional do Ministério Público, 2013.

CARDOSO, Franci Gomes. Classes Sociais e construção da hegemonia das classes subalternas. In: JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, XVIII., 2017, São Luís. Anais... São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2017. https://doi.org/10.24873/j.rpemd.2018.09.228

EUSÉBIO FILHO, Antonio. Sujeito e consciência: entre a alienação e a emancipação. 2010. 382p. Tese (doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 2010. https://doi.org/10.14295/2596-2221.xviceel.2018.254

FÁVERO, Eunice Teresinha. Questão Social e perda do poder familiar. São Paulo: Veras Editora, 2007.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Minidicionário da língua portuguesa. 6. ed. rev. ampl. Curitiba: Posigraf, 2004.

HELLER, Agnes. O Cotidiano e a história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008.

HELMER, Fabrícia Pavesi. Juventude e pobreza: um estudo sobre acolhimento institucional de crianças e adolescentes. 2018. 114f. Dissertação (Mestrado) – Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, Vitória, 2018. https://doi.org/10.5327/z2447-211520181800061

IAMAMOTO, Marilda Villela. Serviço social em tempo de capital fetiche. Capital financeiro, trabalho e questão social. São Paulo: Cortez, 2011.

IASI, Mauro Luis Educação e consciência de classe: desafios estratégicos. Perspectiva, Florianópolis, v. 31, n. 1, p. 67-83, jan./abr. 2013.

LOPES, Maria Cavalcanti Barroso. Subjetividade e trabalho na sociedade contemporânea. Trabalho Educação e Saúde [online], v. 7, n. 1, p. 91-113, 2009. https://doi.org/10.1590/s1981-77462009000100005

LÖWY, Michael. Ideologias e ciência social: elementos para uma análise marxista. São Paulo: Cortez, 1988.

LUKÁCS, G. As bases ontológicas do pensamento e da atividade do homem. In: Temas em Ciências Humanas. São Paulo: Ciências Humanas, n. 4, p. 1-18, 1978.

MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política. Livro I, vol. I e II. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira 1983.

MARX, Karl. Sobre a questão judaica. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 1991.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2006.

RAMALHO, Cristiano Wellington Noberto. A natureza da natureza em Marx. TOMO São Cristóvão SE n. 17 jul./dez. 2010. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/tomo/article/viewFile/512/428. Acesso em: 15 out. 2018. https://doi.org/10.21669/tomo.v0i17.512

SCHERER, Giovane Antonio. As juventudes diante da crise estrutural do capital: reflexões sobre a atual conjuntura brasileira. In: GROSSI, Patrícia Krieger et al. Juventudes, violências e políticas públicas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018, p. 49-68.

SINGER, André. Os sentidos do lulismo: reforma gradual e pacto conservador. São Paulo: Companhia das Letras, 2012. https://doi.org/10.33026/peg.v14i1.2103

YAZBEK, Maria Carmelita. Pobreza no Brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 110, p. 288-322, abr./jun. 2012. https://doi.org/10.1590/s0101-66282012000200005

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Helmer, F. P., Gentilli, R. de M. L., & Trugilho, S. M. (2019). Visão de jovens pais e mães sobre medidas de acolhimento institucional de seus filhos. Textos & Contextos (Porto Alegre), 18(2), e34202. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2019.2.34202
Seção
Seguridade, Acolhimento e Pobreza