Do Conto ao Seriado: Duas Histórias

  • Patricio Dugnani Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Comunicação, Seriado, Conto, Literatura, Televisão

Resumo

Pretende-se, nessa pesquisa, analisar a estrutura narrativa dos seriados contemporâneos, com a estrutura narrativa do conto, para verificar se essas duas formas de expressão apresentam estruturas comuns, e se existe uma influência da estrutura narrativa do conto literário, nos seriados televisivos contemporâneos. Parte-se da hipótese de que o primeiro, influência o segundo. Para realizar essa comparação serão utilizadas, principalmente, as análises e conceitos das estruturas narrativas da TV e dos seriados de Arlindo Machado, e de Marshall Mcluhan, os estudos sobre o conto de Ricardo Píglia e Nádia Gotlieb, o conceito de intertextualidade de Roland Barthes, e Leda Tenório da Motta.

Biografia do Autor

Patricio Dugnani, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutor em Comunicação e Semiótica PUC/SP, Mestre em Comunicação e Semiótica PUC/SP e Bacharel em Artes Plásticas pela Unesp. Professor nas áreas de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor de Artes do Colégio Giordano Bruno. Pesquisador do Grupo de pesquisa Observatório da Imagem e pesquisador no grupo de pesquisa (CNPQ) Linguagem, sociedade e identidade: estudos sobre a mídia, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Autor e Ilustrador com os seguintes livros publicados: A Herança Simbólica na Azulejaria Barroca (2012). O Livro dos Labirintos (2004). Ovelhas e Lobos (2002), Beleléu (2003/ PNLD 2004), O Seu Lugar (2005/ PNLD 2006), Um Mundo Melhor (2006), Beleléu e os Números (2009), Beleléu e as Cores (2010), Beleléu e as Formas (2011), Beleléu e as Palavras (2014).

Referências

ARISTÓTELES. 2001. Arte Poética. Disponível em: 03 de setembro de 2001. livros_gratis/arte_poetica. htm. Acessado em 16 de junho de 2017.

BARTHES, R. O Rumor da Língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BORGES, J. L. Ficções. São Paulo: Globo, 1999.

GOTLIB, N. B. Teoria do Conto. São Paulo: Brasiliense, 2006.

HALL, S. A Identidade Cultural na Pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

LIMA, I. M. Pesquisa Revela que Jovens Solteiras são as Maiores Viciadas em Séries. http://f5.folha.uol.com.br/televisao/2014/04/1436727-pesquisa-revela-que-jovens-solteiras-sao-as-maiores-viciadas-em-series.shtml. Disponível em 06/04/2014. Acessado em 02/12/2015.

LIMA, L. C. (org.). Teoria da Cultura de Massa. São Paulo: Paz & Terra, 2000.

MANOVITCH, L. El Lenguaje de los Nuevos Medios de Comunicación. Barcelona: Paidós, 2005.

MACHADO, A. A Televisão Levada à Sério. São Paulo: Senac, 2000.

MCLUHAN, M. Os Meios de Comunicação como Extensões do Homem. São Paulo: Cultrix, 1996.

MATTELART, A. e MATTELART, M. História das Teorias da Comunicação. São Paulo: Loyola, 1999.

MOTTA, L. T. Roland Barthes: Uma Biografia Intelectual. São Paulo: Iluminuras/ Fapesp, 2011.

PÍGLIA, R. Formas Breves. São Paulo: Companhia da Letras, 2004.

SARDUY, S. Ensayos Generales Sobre el Barroco. Buenos Aires: FCE, 1987.

Publicado
2017-10-17
Seção
Artigos