Relações entre a estética maneirista e a poética de Walter Salles

  • Cyntia Gomes Calhado Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Palavras-chave: Walter Salles, maneirismo cinematográfico, poéticas do cinema.

Resumo

Este artigo investiga as relações entre a estética maneirista e a poética do cineasta Walter Salles. Para tanto, apresentaremos os pressupostos teóricos que sustentam essa aproximação e, em seguida, realizaremos uma análise do discurso do diretor extraído de entrevistas. Situaremos a obra de Salles na proposta de Gilles Deleuze do terceiro estado da imagem, trata-se de uma nova tipologia para o cinema no contexto da sociedade de controle. Propomos estudar o maneirismo como um gesto estético que tem origem nas artes plásticas, e é adotado por cineastas de diversas épocas, a partir da perspectiva da sobrevivência das imagens de Aby Warburg, via leitura de Didi-Huberman (2013). 

Biografia do Autor

Cyntia Gomes Calhado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Doutoranda e Mestre do Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC-SP). É professora do curso de Rádio e TV no FIAM-FAAM Centro Universitário.

Referências

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Tradutor Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó, SC: Argos, 2009.

AUMONT, Jacques. Moderno?. Campinas: Papirus, 2008.

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. Dicionário teórico e crítico do cinema. Lisboa: Texto & Grafia, 2008.

BAECQUE, Antoine de (org.). La política de los autores, Buenos Aires: Paidós, 2005.

BENTES, Ivana; MATTOS, Carlos Alberto; AVELLAR, José Carlos. “Conversa com Walter Salles - O documental como socorro nobre da ficção”. Cinemais, Rio de Janeiro, n. 9, jan./fev. 1998.

BERGALA, Alain. “D'une certaine manière”. Cahiers du Cinéma no. 370, abril de 1985.

CALHADO, Cyntia Gomes. O dualismo cidade e campo em Central do Brasil: Uma análise da reelaboração da identidade nacional à luz das teorias pós-modernas. 2013. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Semiótica) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica, PUCSP, São Paulo.

DANEY, Serge. A rampa. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

DELEUZE, Gilles. “Carta a Serge Daney: otimismo, pessimismo e viagem”. In: Conversações. São Paulo: Ed. 34, 2013.

DIDI-HUBERMAN, Georges. A imagem sobrevivente: história da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

NAGIB, Lúcia. A utopia no cinema brasileiro: matrizes, nostalgia, distopias. São Paulo: CosacNaify, 2006.

OLIVEIRA JR., Luiz Carlos Gonçalves de. O cinema de fluxo e a mise en scène. 2010. Dissertação (Mestrado em Meios e Processos Audiovisuais) – Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, USP, São Paulo.

STRECKER, Marcos. Na Estrada: O cinema de Walter Salles. São Paulo: Publifolha, 2010.

THORET, Jean-Baptiste. “D'un Psycho à l'autre, l'original n'a pas eu lieu: le mythe de l'original et la (presque) fin du 'maniérisme'” In: Du maniérisme au cinéma. La Licorne, 2006, no. 66, p. 62.

Referências audiovisuais

CALDAS, Paulo; FERREIRA, Lírio. Baile Perfumado. [Filme-vídeo]. Produção de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, direção de Paulo Caldas e Lírio Ferreira. Brasil, 1997. 93 min. color. son.

CARAX, Leos. Boy Meets Girl. [Filme-vídeo]. Produção de Patricia Moraz, direção de Leos Carax. França, 1984. 100 min. color. son.

CARPENTER, John. Assault on Precinct 13. [Filme-vídeo]. Produção de J. Stein Kaplan, direção de John Carpenter. Estados Unidos, 1976. 91 min. color. son.

DE PALMA, Brian. Obsession. [Filme-vídeo]. Produção de Harry Blum e George Litto, direção de Alfred Hitchcock. Estados Unidos, 1976. 98 min. color. son.

GARREL, Philippe. L’Enfant Secret. [Filme-vídeo]. Produção de Philippe Garrel, direção de Philippe Garrel. França, 1979. 92 min. pb. son.

HAWKS, Howard. Rio Bravo. [Filme-vídeo]. Produção de Howard Hawks, direção de Howard Hawks. Estados Unidos, 1959. 141 min. color. son.

HITCHCOCK, Alfred. Vertigo. [Filme-vídeo]. Produção de Alfred Hitchcock, direção de Alfred Hitchcock. Estados Unidos, 1958. 128 min. color. son.

JARMUSCH, Jim. Stranger Than Paradise. [Filme-vídeo]. Produção de Sara Driver, direção de Jim Jarmusch. Alemanha/Estados Unidos, 1984. 89 min. pb. son.

LUND, Kátia; MEIRELLES, Fernando. Cidade de Deus. [Filme-vídeo]. Produção de Andrea Barata Ribeiro e Mauricio Andrade Ramos, direção de Fernando Meirelles e Kátia Lund. Brasil, 2002. 130 min. color. son.

SALLES, Walter. Central do Brasil. [Filme-vídeo]. Produção de Arthur Cohn, Martine de Clermont-Tonnerre, Walter Salles e Robert Redford, direção de Walter Salles. Brasil/França, 1998. 113 min. color. son.

VON TRIER, Lars. Forbrydelsens Element. [Filme-vídeo]. Produção de Per Holst, direção de Lars Von Trier. Dinamarca, 1984. 104 min. color. son.

WENDERS, Wim. Paris-Texas. [Filme-vídeo]. Produção de Anatole Dauman e Don Guest, direção de Wim Wenders. Alemanha/Estados Unidos/França/Reino Unido, 1984. 147 min. color. son.

Publicado
2017-10-17
Seção
Artigos