Estudo do processo de realização da produção de animação em longa-metragem do filme "Até que a Sbórnia nos separe"

  • Cristiano Max Pereira Pinheiro
  • Marsal Avila Alves Branco
  • Fabiano Leandro Pandolfi

Resumo

Este artigo tem como tema o processo de realização audiovisual de animação em longa-metragem. Traz como problema a falta de uma sistematização eficiente desse processo no cenário nacional. Aprofundam-se quatro hipóteses para o problema supracitado: a) a ausência de uma pré-produção e planejamento adequados; b) a ineficácia da comunicação entre os membros da equipe; c) a escassez de profissionais capacitados nas instâncias deste processo; d) a total dependência de recursos públicos. A metodologia do artigo foi balizada em uma pesquisa descritiva através de estudo de caso, em uma coleta realizada com base nas técnicas de observação participativa. Fundamentando a análise, utilizaram-se os autores Gerbase (2012), Catmull (2014), Hahn (2008) e Thomas (1981). O objeto do estudo de caso é a animação “Até que a Sbórnia nos Separe” (2013). Como resultado, busca-se entender o processo de realização deste filme, obtendo-se, assim, um panorama do cenário contemporâneo da produção audiovisual brasileira.

Biografia do Autor

Cristiano Max Pereira Pinheiro
Doutor em Comunicação Social pela PUCRS; coordenador dos Cursos de Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda e professor do Mestrado em Indústria Criativa da Universidade Feevale.
Marsal Avila Alves Branco
Doutor em Ciências da Comunicação pela Unisinos; coordenador do Curso de Jogos Digitais e professor do Mestrado em Indústria Criativa da Universidade Feevale.
Fabiano Leandro Pandolfi
Especialista em Cinema Expandido pela PUCRS; professor do Curso de Jogos Digitais da Universidade Feevale.
Publicado
2016-09-21
Seção
Artigos