Imaginário e reconstrução da realidade: Uma análise do documentário Gonzo: a vida e obra do Dr. Hunter S. Thompson

  • Deborah Cattani Gerson PUCRS
  • Eduardo Ritter PUCRS
Palavras-chave: Hunter S. Thompson, Gonzo jornalismo, Documentário

Resumo

Hunter Stockton Thompson, considerado pai do gonzo jornalismo, deixou um legado não só para a profissão, como também para a academia. Sua biografia foi muito significativa e resultou em trabalhos diferenciados. O documentário feito após o seu suicídio tem por objetivo expor quem foi o jornalista e romancista por trás de seus escritos. A ideia central deste artigo é analisar a reconstrução da sua biografia e obra, bem como compreender o imaginário criado por Thompson – e resgatado por aqueles que participaram do filme. Para tal, nos apropriamos de uma metodologia qualitativa, priorizando a pesquisa exploratória e bibliográfica, focando na análise fílmica para desvendar aquilo que está além do aparente. Buscamos contextualizar nosso objeto de estudo abordando o surgimento do jornalismo gonzo e o começo da trajetória de Thompson. Verificamos o filme em aspectos gerais, quanto ao seu enquadramento, encenação e direção. Também consideramos a trilha sonora escolhida. E finalizamos a análise em cima do suicídio de Thompson, questão polêmica, pois é tratada com naturalidade por aqueles que conviveram com o escritor.
Publicado
2013-01-25
Seção
Dossiê Geisc