Adaptação em três atos: Shakespeare, Dobbs e BBC

Palavras-chave: César. House of Cards. Série da BBC. Focalização espectatorial.

Resumo

Este texto dá continuidade ao artigo publicado sobre o diálogo que se estabelece entre a trilogia House of Cards, de Michael Dobbs, as séries da BBC e da Netflix e as peças de Shakespeare (Ricardo III, Macbeth e Otelo). O último volume da trilogia de Dobbs, The Final Cut [O último ato] e a T3 da BBC fazem referências a Júlio César, assunto até então não explorado por pesquisadores. Estamos, portanto, trabalhando apenas com o último romance de Dobbs e a última temporada da série da BBC – O ato final, enfatizando o protagonismo, a volubilidade do povo e a retórica em discursos proferidos por personagens de Shakespeare e de Dobbs, além da focalização espectatorial na série.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARROSO, Luís Roberto. A tragédia de Júlio César: poder, ideal e traição. Anamorphosis – Revista Internacional de Direito e Literatura, v. 3, n. 2, jul.-dez. 2017, p. 387-409.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Trad. Mário Laranjeira. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/Ciencias.Linguagem/L3BarthesAutor.pdf. Acesso em: 11 ago. 2019.

BOBBIO, Norberto et alii. Dicionário de política. Brasília: Editora Universitária de Brasília, 2010.

CAMATI, Anna Stegh; MIRANDA, Célia Arns de. Apresentação. In: CAMATI, Anna Stegh; MIRANDA, Célia Arns de. (Org.). Shakespeare sob múltiplos olhares. Curitiba: Ed. Solar do Rosário, 2009.

DOBBS, M. House of Cards. Trad. Luis Reyes Gil. São Paulo: Benvirá, 2014.

DOBBS, M.House of Cards – Xeque-mate. Trad. Carlos Haag. São Paulo: Benvirá, 2016.

DOBBS, M. House of Cards – O último ato. Trad. Carlos Haag. São Paulo: Benvirá, 2016.

GAUDREAULT, André e JOST, François. A narrativa fotográfica. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2009.

GENETTE, Gérard. Palimpsestos: a literatura de segunda mão. Edição bilíngue. Trad. Luciene Guimarães e Maria Antonia Ramos Coutinho. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

HADFIELD, Andrew David (Ed.). Julius Caesar – William Shakespeare. New York: Barnes & Noble, 2007.

HELIODORA, Barbara. Introdução. In: Júlio César – William Shakespeare. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014. Saraiva de Bolso.

HUTCHEON, Linda. Uma teoria da adaptação. Trad. André Cechinel. 2. ed. Florianópolis: Editora UFSC, 2013.

JULLIER, Laurent e MARIE, Michel. Lendo as imagens do cinema. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2009.

LEMOS, Anuschka R. Da fotografia – seus espaços: articulações dinâmicas e experiências. Curitiba: Papirus, 2017.

MACHADO, Arlindo. O sujeito na tela. São Paulo: Papirus, 2007.

REICHMANN, Brunilda T. House of Cards y Shakespeare: la influencia del dramaturgo en seriados contemporáneos. Trad. Célia Celli. Rev. Maria Ascensión Jiménez Martin. Scripta Uniandrade, v. 15, n. 3 (2017), p. 01-31.

REICHMANN, Brunilda T. “Tá difícil competir”: adaptação da trilogia de Michael Dobbs, pela BBC e pela Netflix, Ilha do Desterro: A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, UFSC, v. 72, n. 1. (2019), p. 213-234.

SHAKESPEARE, William. Júlio César. Trad. Barbara Heliodora. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014. Saraiva de Bolso.

Publicado
2020-04-28
Como Citar
Reichmann, B. T., & Lemos, A. R. (2020). Adaptação em três atos: Shakespeare, Dobbs e BBC. Letras De Hoje, 55(1), e36403. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2020.1.36403
Seção
Qual é a amplitude da literatura quando a palavra literária se espalha pelas artes?