Insatisfação corporal, bullying e fatores associados em adolescentes

Palavras-chave: escolares, imagem corporal, estado nutricional, obesidade.

Resumo

Objetivo: Identificar a prevalência de insatisfação corporal e seus fatores associados, como bullying, estado nutricional, sexo e idade em escolares da zona rural e urbana em um município de pequeno porte do sudoeste do Paraná.
Materiais e Métodos: Estudo transversal realizado com 208 escolares de 12 a 14 anos. Foram utilizados a escala de imagem corporal (Children’s Figure Rating Scale) para avaliar insatisfação corporal, questionário sobre bullying e o estado nutricional dos adolescentes, obtido por meio de antropometria a partir do índice de massa corporal. O teste do qui quadrado foi aplicado para a análise da relação entre insatisfação, bullying e demais variáveis.
Resultados: Os resultados indicam que há relação significativa entre sentimento de inadequação corporal com o estado nutricional e o sofrer insultos de colegas e sentimentos associados ao bullying nesta amostra.
Conclusão: Neste sentido, este estudo destaca ainda mais a importância da relação entre insatisfação corporal e bullying e as potencias consequências relativas a problemas psicológicos e alimentares.

Biografia do Autor

Andressa Salete Andreolli, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Realeza, PR,
Nutricionista. Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).
Rozane Marcia Triches, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Realeza, PR,

Nutricionista. Doutora em Desenvolvimento Rural. Professora do Curso de Nutrição e do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Referências

Alvarenga MS, Souza AC. Insatisfação com a imagem corporal em universitárias brasileiras. J. Bras. Psiquiatr. 2010; 59(1):44-51. https://doi.org/10.1590/S0047-20852010000100007

Miranda PNM, Conti MA, Bastos R, Ferreira MEC. Insatisfação corporal em adolescentes brasileiros de municípios de pequeno porte de Minas Gerais. J. Bras. Psiquiatr. 2011;60(3):190-7. https://doi.org/10.1590/S0047-20852011000300007

Smolak L, Levine MP. Body image in children. In: Thompson JK, Smolak L, editors. Body image, eating disorders and obesity in youth: assessment, prevention and treatment. Whashington (DC): American Psychological Association; 2001;6(1):41-66. https://doi.org/10.1037/10404-002

Scherer FC, Martins CR, Pelegrini A, Matheus SC, Petroski EL. Imagem corporal em adolescentes: associação com a maturação sexual e sintomas de transtornos alimentares. J. Bras. Psiquitr.2010;59(3):198-202. https://doi.org/10.1590/S0047-20852010000300005

Adami F, Frainer DES, Santos JS, Fernandes CT, Oliveira DRF. Insatisfação corporal e atividade física em adolescentes da Região Continental de Florianópolis. Psic.: Teor. e Pesq. 2008; 24(2):143-9. https://doi.org/10.1590/S0102-37722008000200003

Conti MA, Petroli MF, Gambardella AMD. Excesso de peso e insatisfação corporal em adolescentes. Rev.Nutr. 2005; 18(4): 491-7. https://doi.org/10.1590/S1415-52732005000400005

Popkin BM, Bisgrove EZ. Urbanization and nutrition in low– income countries. Food Nutr Bull. 1998; 10(1):3-23.

Costa CS, Flores TR, Wendt A, Neves RG, Assunção MCF, Santos IS. Comportamento sedentário e consumo de alimentos ultraprocessados entre adolescentes brasileiros: Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), 2015. Cad. Saúde Pública. 2018; 34(3):e00021017. https://doi.org/10.1590/0102-311x00021017

Pelegrini A, Silva DAS, Silva AF, Petroski EL. Insatisfação corporal associada a indicadores antropométricos em adolescentes de uma cidade com índice de desenvolvimento humano médio a baixo. Rev. Brasi. Ciên. Espor. 2011; 33(3):01-12.

Smolak, L. Body image in children and adolescents: where do we go from here? Body Image. Norfolk, 2004; 1(2):15-28. https://doi.org/10.1016/S1740-1445(03)00008-1

Pinheiro AP, Giugliani ERJ. Body dissatisfaction in Brazilian schoolchildren: prevalence and associated factors. Rev. Saúd. Públi.2006; 40(2):489-96. https://doi.org/10.1590/S0034-89102006000300018

Triches RM, Giugliani ERJ. Insatisfação corporal em escolares de dois municípios da região Sul do Brasil. Rev. de Nutri. 2007; 20(3):119-28. https://doi.org/10.1590/S1415-52732007000200001

Schnaider SK, Odonnell L, Stueve A, Coulter RWS. Cyberbullying, school bullying, and psychological distress: a regional census of high school students. Am J Public Health. 2012;102(1):171-7. https://doi.org/10.2105/AJPH.2011.300308

Bond L, Wolfe S, Tolut M, Buttler H. A Comparison of the Gatehouse Bullying Scale and the Peer Relations Questionnaire for Students in Secondary School. J of School Health. 2007; 77(2): 75-9. https://doi.org/10.1111/j.1746-1561.2007.00170.x

Oliveira WAO, Silva MAI, Mello FCM, Porto DL, Yoshinaga ACM, Malta DC. Causas do bullying: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar. Rev. Latino-am.2014; 1(5):1-8.

Neto AAL. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. J Pediatr. 2005; 81(5): 164-72. https://doi.org/10.2223/JPED.1403

Lunde C, Frise NA, Hwang CP. Is peer victimization related to body esteem in 10-year-old girls and boys? Rev. Bod. Image. 2006; 6(3):1-25. https://doi.org/10.1016/j.bodyim.2005.12.001

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [capturado em 24 out 2016]. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/painel.php?lang=&codmun=410100&search=parana|ampere|in fograficos:-dados-gerais-do-municipio.

The challenge of obesity in the WHO European Region and the strategies for response. Dinmark:World Health Organization; [citado 2017 nov.]. Disponível em: http://www.who.int/growthref/en

Jellife DB. Evaluación del estado de nutrición de la comunidad. Organización Mundial de la Salud, 2. ed. Ginebra. Organización Mundial de la Salud;1968.

Tiggemann M, Wilson-Barrett E. Children’s figure ratings: relationship to self-esteem and negative stereotyping.Int J Eat Disord.1998; 23(1):83-8. Disponível em: http://dx.doi. org/10.1002/(SICI)1098-108X(199801)23:1<83::AID-EAT10>3.0.CO;2-O. Pmid:9429922. https://doi.org/10.1002/(SICI)1098-108X(199801)23:1<83::AID-EAT10>3.3.CO;2-#

Pereira PJ. O bullying nas aulas de educação física e o papel do professor de educação física. Minas Gerais: Universidade de Brasília; 2014.

Moreira DE, Pinheiro MC, Carreiro DL, Coutinho LTM, Almeida KTCL, Santos CAS, Coutinho WLM, et. al. Transtornos alimentares, percepção da imagem corporal e estado nutricional: estudo comparativo entre estudantes de nutrição e de administração. Rev. Associ. Brasi. Nutr.2017;1(1):18-25.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar [capturado em 09 nov 2016]. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv97870.pd

Finato S, Rech RR, Migon P, Gavineski IC, Toni V, Halpern R Insatisfação com a imagem corporal em escolares do sexto ano da rede municipal de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Rev. Pau.Pedia. 2013. 31(1):65-70. https://doi.org/10.1590/S0103-05822013000100011

Pinheiro N, Jiménez M. Percepção e insatisfação corporal: um estudo em crianças brasileiras. Rev. Psico. 2010; 41(4): 510-6.

Martins RM, Pelegrini A, Matheus CS, Petroski EL. Insatisfação com a imagem corporal e relação com estado nutricional, adiposidade corporal e sintomas de anorexia e bulimia em adolescentes. Rev. Psiqui.2010;32(1):19-23. https://doi.org/10.1590/S0101-81082010000100004

Andrade MRM. Prevalência de Insatisfação Corporal em escolares de Juiz de Fora – MG. Juiz de Fora: Rev.Nutr.2010; 22(1).

Ricciardelli LA, Mccabe MP, Banfield, S. Sociocultural influences on body image and body changes methods. J. Adolesc Health. 2000;26(3):3-4. https://doi.org/10.1016/S1054-139X(99)00107-X

Alves E, Vasconcelos, Guedes FDA, Marino MC, Neves J. Prevalência de sintomas de anorexia nervosa e insatisfação com a imagem corporal em adolescentes do sexo feminino do Município de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Rev. Cad. Saúde Pública. 2007; 24 (3):503-12. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2008000300004

Luz SS. Avaliação de sintomas de transtornos alimentares em universitárias de Belo Horizonte. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2003.

Fidelix YL, Silva DAS, Pelegrini A, Silva AF, Petroski EL. Insatisfação com a imagem corporal em adolescentes de uma cidade de pequeno porte: associação com sexo, idade e zona de domicílio. Rev. Bras. Cineantropom. Desempenho. Hum.2011; 13(3):202-07.

https://doi.org/10.5007/1980-0037.2011v13n3p202

Souto S, Ferro-Bucher JSN. Práticas indiscriminadas de dietas de emagrecimento e o desenvolvimento de transtornos alimentares. Rev Nutr. 2006;19(3):693-704. https://doi.org/10.1590/S1415-52732006000600006

Sousa EGC, Rech RR, Mello GT, Melo MO, Halpern. Obesidade, imagem corporal e bullying em uma população de escolares de uma cidade no Sul do Brasil. Rev. Amrigs. 2012; 56(4):330-4.

Branco LM, Hilário MOE, Cintra IP. Percepção e satisfação corporal em adolescentes e a relação com seu estado nutricional. Rev. de Psiquiatr. Clín. 2006; 6(33):292-6. https://doi.org/10.1590/S0101-60832006000600001

Rojo-Moreno L, Rubio T, Plumed J, Barberá M, Serrano M, Gimeno N et al. Teasing and disordered eating behaviors in Spanish adolescents. Eat Disord. 2013;21(2):53-69. https://doi.org/10.1080/10640266.2013.741988

Slater A, Tiggermann M. Gender differences in adolescent sport participation, teasing, self-objectfication and body image concerns. J Adolesc 2011;34(2):455-63. https://doi.org/10.1016/j.adolescence.2010.06.007

Leme ACB, Philippi ST. Provocações e comportamentos para controle de peso em adolescentes do sexo feminino. Rev. Paul Pediatr. 2013; 6(431):1-6.

Olweus D. Bullying at school: What we know and what we can do. Lackwell. 1993; 2(1):1-140.

Fante C. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. Rev. Versus. 2005; 1(5):1-224.

Publicado
2019-12-06
Seção
Artigos Originais