Quatro décadas de uma perspectiva interseccional das forças feministas

A relação entre “Mulheres, raça e classe” e “Feminismo para os 99%”

Palavras-chave: Feminismo, Gênero, Racismo, Interseccional, Capitalismo

Resumo

A presente resenha faz uma síntese crítica entre o livro Mulheres, Raça e Classe, obra de Angela Davis, e o livro de Nancy Frazer, Tithi Bhattacharya e Cinzia Arruzza, Feminismo para os 99%: um manifesto. Tanto uma quanto as outras defendem a união vital entre feminismo e antirracismo na luta contra as desigualdades sociais e econômicas inerentes ao sistema capitalista, que segundo as autoras é o sistema que legitima diversas esferas da exploração, perpetuando-as. Desse modo, na intenção de pensar possibilidades de integração entre as múltiplas formas de ser mulher, recupera-se uma perspectiva interseccional encabeçada por essas leituras. Com quase quarenta anos de diferença entre um livro e outro, revela-se o caráter ainda vigente das opressões e das lutas, em especial, a dinâmica interseccional da reprodução social no sistema capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yasmim Carina Bastos Ribas Ribas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil

Estudante de Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Giorgia Galvan Moreira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Estudante de Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

Davis, Angela. 1981. Mulheres, Raça e Classe. São Paulo: Boitempo.

Frazer, Nancy; Bhattacharya, Tithi; Arruza, Cinzia. 2019. Feminismo para os 99%: um manifesto. São Paulo: Boitempo.

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Ribas, Y. C. B. R., & Moreira, G. G. (2020). Quatro décadas de uma perspectiva interseccional das forças feministas: A relação entre “Mulheres, raça e classe” e “Feminismo para os 99%”. Conversas & Controvérsias, 7(2), e39297. https://doi.org/10.15448/2178-5694.2020.2.39297
Seção
Resenha