A mediação de literatura infantil em biblioteca escolar

Palavras-chave: Mediação de leitura, Literatura infantil, Biblioteca escolar

Resumo

O objetivo principal deste artigo é ampliar as visões sobre as práticas de incentivo à leitura literária no ambiente das bibliotecas escolares. Sob esse propósito, procurou-se descrever e analisar algumas atividades já praticadas em uma instituição de ensino privado em Porto Alegre. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica a partir da literatura disponível sobre o tema. Baseado nisso, constatou-se que a mediação de leitura com textos da literatura infantil e juvenil tendem a estimular o interesse dos estudantes pelas histórias e possibilitar uma relação de familiaridade com o espaço em que a atividade de mediação é realizada, tendo potencial para trazer grandes benefícios não somente para sua trajetória escolar, mas para a vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Kniphoff dos Santos, Colégio Marista Rosário, Porto Alegre, RS, Brasil.

Especialista em Teoria e Prática da Formação do Leitor pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), em Porto Alegre, RS, Brasil; especialista em A Moderna Educação: Metodologias, Tendências e Foco no Aluno pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil; Atuou como assistente de biblioteca no Colégio Marista Rosário, em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

BRENMAN, Ilan. Através da vidraça da escola: formando novos leitores. 3. ed. Belo Horizonte: Aletria, 2018.

BRITTO, Luiz Percival. Ao revés do avesso. São Paulo: Pulo do Gato, 2015.

CAGNETI, Sueli; LIRA, Áurea Rocha. Basta ler para ser leitor? Porto Alegre: Paulinas, 2018.

COLASANTI, Marina. Como se fizesse um cavalo. São Paulo: Pulo do Gato, 2012.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2014.

GOLDIN, Daniel. Os dias e os livros. Tradução de Carmen Cacciacarro. São Paulo: Pulo do Gato, 2012.

LAJOLO, Marisa. Literatura: ontem, hoje, amanhã. São Paulo: Editora Unesp, 2018.

LIMA, Aldo de (org.). O direito à literatura. Recife: Ed. Universitária UFPE, 2012.

MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. 4. ed. São Paulo: Global, 2016.

MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil; SERAFINI, Loiva Teresinha; KAUP, Uli (org.). Biblioteca Escolar: presente. Porto Alegre: Evangraf, 2011.

PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. Tradução de Celina Olga de Souza. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2009.

PROENÇA FILHO, Dominício. A linguagem literária. São Paulo: Ática, 2003.

RITER, Caio. A formação do leitor literário em casa e na escola. São Paulo: Birutta, 2009.

ROCA, Glória Durban. Biblioteca escolar hoje: recurso estratégico para a escola. Tradução de Carlos Henrique Lucas Lima. Porto Alegre: Penso, 2012.

ROSA, Sonia. Entre textos e afetos: formando leitores dentro e fora da escola. Rio de Janeiro: Malê, 2017.

UNESCO. Manifesto IFLA/UNESCO para biblioteca escolar. São Paulo: IFLA/UNESCO, 2002. Disponível em: https://archive.ifla.org/VII/s11/pubs/portuguese-brazil.pdf. Acesso em: 24 jan. 2021.

UNESCO. Diretrizes da IFLA/UNESCO para a biblioteca escolar. 2005. Disponível em: https://archive.ifla.org/VII/s11/pubs/SchoolLibraryGuidelines-pt_BR.pdf. Acesso em: 24 jan. 2021.

Publicado
2021-09-23
Como Citar
Santos, S. K. dos. (2021). A mediação de literatura infantil em biblioteca escolar. Caderno Marista De Educação, 12(1), e40805. https://doi.org/10.15448/2763-5929.2021.1.40805
Seção
Artigos