USO DE FRUTOS ARTIFICIAIS POR AVES EM BORDA E INTERIOR DE FLORESTA OMBRÓFILA DENSA NO SUL DO BRASIL

  • Fábio André Facco Jacomassa UNISINOS
Palavras-chave: frutos artificiais

Resumo

A utilização de frutos artificiais em experimentos possibilita o controle das variáveis de interesse para estudos com frugivoria e dispersão de sementes. Este trabalho objetivou verificar se aves frugívoras preferem frutos em diferentes hábitats e se existe alguma preferência pelas cores desses frutos, foram confeccionados frutos artificiais de três cores (alaranjado, azul e preto), sendo estes expostos na borda e no interior de Floresta Ombrófila Densa. Dos 144 frutos artificiais considerados no experimento 46 apresentavam evidências de frugivoria, 32 na borda e 14 no interior da floresta. Os testes estatísticos mostraram que houve mais evidências de frugivoria na borda (χ² = 7.043; gl =1; p = 0,008) e que não houve preferência por cor (χ² = 0,160; gl = 2; p = 0,923).

Biografia do Autor

Fábio André Facco Jacomassa, UNISINOS
Biólogo pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Campus de Frederico Westphalen, RS. Mestre em Biologia - Diversidade e Manejo de Vida Silvestre, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, RS
Publicado
2010-05-18
Seção
Artigos