CONFORTO AMBIENTAL E DIVERSIDADE ARBÓREA DAS ESCOLAS DA ÁREA URBANA DE SÃO VICENTE DO SUL/RS

  • Ligia Sturza Rodrigues Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Carlos Eduardo Copatti UFSM
Palavras-chave: Escola, alunos, conforto ambiental, diversidade

Resumo

O trabalho reporta uma análise quanto à arborização em três instituições de ensino da área urbana em São Vicente do Sul/RS, a qual teve o objetivo de identificar e analisar os processos de arborização e sua importância para o conforto ambiental de seus alunos. Analisaram-se 91 organismos e 28 espécies. Sobre o conhecimento dos alunos referente à arborização da escola foi realizado um questionário. Na Escola Coqueiros foram amostrados 16 indivíduos e oito espécies, na Escola Borges do Canto, 21 indivíduos e seis espécies e na Escola São Vicente, 54 indivíduos e 22 espécies. Diversidade, riqueza e abundância foram superiores na Escola São Vicente. A arborização das instituições de ensino analisadas apresenta um número muito reduzido de espécies, sendo que as características referentes à arborização das instituições não apresentam um planejamento coerente. A falta da participação da comunidade escolar e de consciência da importância da arborização urbana relaciona-se freqüentemente com os fracassos dos plantios em área urbanas.

Biografia do Autor

Ligia Sturza Rodrigues, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Departamento de Biologia Vegetal Area:Botanica e Ecologia
Carlos Eduardo Copatti, UFSM
Zootecnia e Ecologia
Publicado
2010-05-18
Seção
Artigos