NIDIFICAÇÃO DE AVES NO MORRO DO ESPELHO, NA ZONA URBANA DE SÃO LEOPOLDO – RS

  • Maria Virginia Petry Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Vania Elizete Tampson

Resumo

Foram realizadas saídas mensais com o intuito de investigar a relação entre as aves urbanas e a disponibilidade de recursos ofertados pela flora, ou mesmo, por construções humanas, para a nidificação das aves em diferentes ambientes encontrados na região do Morro do Espelho, em São Leopoldo. A área foi dividida em oito ambientes onde demarcou-se uma área de 2 ha, dividida em dez quadrantes de 200 m2 (10 m x 20 m). Ao todo foram registrados 67 ninhos de 17 espécies de aves distribuídos entre os ambientes estudados. As espécies nidificantes encontradas foram classificadas em dez famílias e pertencem a cinco guildas alimentares. O Local 6 (L6) foi o ambiente com maior número de nidificações (38,81 % do total de ninhos registrados) enquanto o Local 4 (L4) registrou apenas 1,49 % dos ninhos observados. L6 também foi o ambiente que concentrou o maior número de espécies nidificantes (58,82 %). Este fato deve-se às características estruturais da vegetação neste ponto, bem como à quantidade de recursos alimentares ofertados neste ambiente. A espécie que obteve o maior índice de ninhos encontrados foi Furnarius rufus (representou 16,42 % das aves nidificantes), seguida por Troglodytes musculus (11,94 %). Presume-se que a comunidade de aves nidificantes em áreas urbanizadas, depende da adaptação das espécies a estes ambientes, bem como ao alimento encontrado neste e à competição entre espécies similares.
Publicado
2009-04-13
Seção
Artigos