Diversidade específica, densidade e biomassa da ictiofauna do Arroio Felizardo, nascente, bacia do Rio Uruguai médio, Uruguaiana, RS, Brasil

  • Claudia Azevedo
  • Edward Pessano
  • Diego Tomassoni
  • Marcus V. Querol
  • Enrique Querol

Resumo

O trabalho identificou, sazonalmente, as espécies de peixes que ocorrem na nascente do arroio Felizardo, no município de Uruguaiana, Rio Grande do Sul, determinando a densidade e biomassa de suas populações. A captura dos espécimes foi efetuada através da técnica da pesca elétrica, com três esforços consecutivos (LOBÓNCERVIÁ, 1991), e quantificados com auxílio do método de ZIPPIN (ZIPPIN, 1958). Foram capturadas 27 espécies, pertencentes a 11 famílias. A família CHARACIDAE apresentou maior diversidade, com 9 espécies capturadas e as famílias CRENUCHIDAE, ERYTHRINIDAE, LORICARIIDAE, PARODONTIDAE, PIMELODIDAE, POECILLIDAE e SYMBRANCHIDAE, apresentaram a menor diversidade, com apenas uma única espécie capturada. Os dados demonstram uma diversidade semelhante em relação a outros trabalhos com a mesma técnica, para o arroio Imbaá, próximo a nascente, foram registradas 27 espécies, distribuídas em 11 famílias (SAUCEDO, 2001). Enquanto no arroio Salso de Baixo são registradas 26 espécies distribuídas em 10 famílias (MANSILHA, 1999). Palavras-chave: Ictiofauna, Arroio Felizardo, técnica de pesca elétrica, Uruguaiana.
Publicado
2008-01-16
Seção
Artigos