Responsabilidade Social: possibilidade de conciliação entre o econômico e o social em uma perspectiva internacional

Elisabete Stradiotto Siqueira, Valéria Rueda Elias Spers, Erlaine Binotto, Eduardo Eugênio Spers

Resumo


O artigo objetiva fazer uma retrospectiva histórica do conceito de responsabilidade social, vislumbrando possíveis adversidades no processo de internacionalização dessas práticas para que se constituam em normas. É uma pesquisa bibliográfica e documental. Primeiramente, discute-se como o conceito migrou de uma visão centrada em uma concepção filantrópica e caritativa para uma dimensão compensatória. São apresentadas também, as várias certificações, normas, regulamentações e instrumentos que estabelecem alguma interface com a dimensão social das organizações. Estas são abordadas de forma a demonstrar como tal processo tem sido incorporado na prática gerencial. Posteriormente, é apresentada a NBR 16001 de 2004, concebida e aplicada no Brasil credenciandoo a caracterizar-se em uma das lideranças da proposição da ISO 26000 que propõe a internacionalização das práticas socialmente responsáveis. A discussão encerra-se com algumas problematizações que tal internacionalização pode enfrentar advindas dos processos de diversidade cultural.

Palavras-chave


Social Accountability, social dimension and internationalization

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS