Seleção de diretores de escolas públicas: argumentos sobre o mérito do candidato

Daniela Patti do Amaral

Resumo


O Plano Nacional de Educação (PNE) (BRASIL, 2014) determinou aos entes federados a aprovação de legislação disciplinando a gestão democrática da educação pública associada a critérios técnicos de mérito e desempenho e à consulta à comunidade escolar. Este trabalho aborda os requisitos atribuídos ao mérito presentes na legislação de três municípios do estado do Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Valença. Há consenso que os candidatos à direção da escola deverão ser servidores efetivos, ter experiência docente e não ter pendências administrativas ou judiciais. No entanto, não há consenso sobre a formação do candidato. Avaliamos que as formas como cada ente federado ressignifica e hibridiza a categoria mérito se apresenta através de distintas maneiras, tendo em vista a autonomia dos entes federados, o momento político vivido em cada município/estado, as infidelidades normativas e a forma elástica como se apropriam da norma que orienta a ação, no caso, o PNE.


Palavras-chave


Plano Nacional de Educação. Gestão escolar. Gestão democrática. Mérito.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Daniela Patti do. Mérito, desempenho e participação nos planos municipais de educação: sentidos da gestão democrática. RPGE – Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara v. 20, n. 03, p. 385-404, 2016.

https://doi.org/10.22633/rpge.v20.n3.9732

ARELARO, Lisete Regina Gomes; JACOMINI, Márcia Aparecida; CARNEIRO, Silvio Ricardo Gomes. Limitações da participação e gestão democrática a rede estadual paulista. Educação e Sociedade, Campinas, v. 37, n. 137, out.-dez. 2016

https://doi.org/10.1590/es0101-73302016167343

BARBOSA, Livia. Igualdade e Meritocracia: a ética do desempenho nas sociedades modernas. 4. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Seção 1, Brasília, DF, p. 11, 16 maio 2006.

https://doi.org/10.1590/s0101-73302006000400014

BRASIL. Projeto de Lei 8.035/2010. Brasília, DF: Câmara Federal, 2010.

Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=DE675521D54289C3950413A0A52F1F08.proposicoesWebExterno2?

codteor=831421&filename=PL+8035/2010. Acesso em: 2 nov. 2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 1988.

Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 21 out. 2017.

https://doi.org/10.11606/d.2.2010.tde-13122010-160747

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 jun. 2014.

Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 23 maio 2019.

https://doi.org/10.19177/prppge.v8e132014276-286

BRASIL. INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. Censo escolar da educação básica. Brasília, DF: INEP, 2016.

https://doi.org/10.1590/s2176-6681/371614642

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 1996.

Disponível em: http://legis.senado.gov.br/legislacao/ListaTextoIntegral.action?id=75723. Acesso em: 22 out. 2017.

https://doi.org/10.11606/d.2.2017.tde-03102017-105747

CÂMARA MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS. Projeto de Lei. Dispõe sobre a gestão democrática da educação pública no município de Duque de Caxias e dá outra providencias. Duque de Caxias, RJ: 2017.

https://doi.org/10.17648/galoa-cbee-6-29225

CARVALHO, M.J. DE A modalidade de escolha do diretor na escola pública portuguesa. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, v. 22, n. 22, p. 103-121, 2012.

PREFEITURA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. Secretaria Municipal de Educação. Ato do Secretário. Resolução SME nº 20, de 29 de setembro de 2017. Dispõe sobre o processo de Seleção de Gestores das Unidades Escolares da Rede Pública do Sistema Municipal de Ensino da Cidade do Rio de Janeiro e dá outras providências. Diário Oficial do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 28 dez. 2017.

https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.26443

GOMES, Ana Valeska Amaral. Gestão Democrática no Plano Nacional de Educação. Câmara dos Deputados, 2015. In: GOMES, Ana Valeska Amaral e BRITTO, Tatiana Feitosa. Plano Nacional de Educação: construção e perspectivas. Brasília: Câmara dos Deputados/Edições Câmara/Edições Técnicas, 2015.

https://doi.org/10.18366/conae.2015.0001

LIMA, Maria de Fátima Magalhães. Modalidades de escolha e de provimento de diretores escolares: desafios e alternativas para a gestão democrática e o alcance da qualidade da educação. [2012].

Disponível em: http://www.anpae.org.br/iberoamericano2012/Trabalhos/MariaDeFatimaMagalhaesDe Lima_res_int_GT8.pdf. Acesso em: 23 out. 2017.

https://doi.org/10.17771/pucrio.acad.38466

LIMA, L. C. Administração Escolar: estudos. Porto, Portugal: Porto Editora, 2011.

https://doi.org/10.21814/rpe.3047

LIMA, L. C. Gestão democrática das escolas: do autogoverno à ascensão de uma pós-democracia gestionária. Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, n. 129, p. 1067-1083, out./dez. 2014.

https://doi.org/10.1590/es0101-73302014142170

LÜCK, Heloisa. Mapeamento de práticas de seleção e capacitação de diretores escolares. São Paulo: Fundação Vitor Civita, 2011.

MAINARDES, Jefferson. Abordagem do ciclo de políticas: uma contribuição para a análise de políticas educacionais. Educação e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006.

https://doi.org/10.1590/s0101-73302006000100003

MENDONÇA, Erasto Fortes. Estado Patrimonial e gestão democrática do ensino público no Brasil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 22, n. 75, p. 84-108, ago. 2001.

https://doi.org/10.1590/s0101-73302001000200007

PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA. Boletim Oficial, Valença, n. 719, p. 1-6, 5 nov. 2015.

SCHWARTZMAN, Simon. Nota sobre o patrimonialismo e a dimensão pública na formação da América Latina contemporânea. 12/10/2006.

Disponível em: http://www.schwartzman.org.br/simon/patrimonialismo06.pdf. Acesso em: 30 jun. 2017.

SILVA, Joyce Mary Adam d Paula. A construção da identidade de diretores: discurso oficial e prática. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 3, p. 211-230, dez. 2011.

https://doi.org/10.1590/s0102-46982011000300011

SOUZA, Ângelo Ricardo de. Explorando e construindo um conceito de gestão escolar democrática. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 25, n. 3, p.123-140, dez. 2009.

https://doi.org/10.1590/s0102-46982009000300007

VALLE, I.R. (In)Justiça escolar: estaria em xeque a concepção clássica de democratização da educação? Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 3, p. 659-671, jul./set. 2013.

https://doi.org/10.1590/s1517-97022013005000015




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2019.2.29028

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS