Metas de socialização e estratégias de ação de pais de crianças com e sem TDAH

Edimeire Pastori de Magalhães Tavernard, Cybelle Bezerra Sousa Florêncio, Maély Ferreira Holanda Ramos, Jeisiane Lima Brito, Simone Souza da Costa Silva

Resumo


Metas de socialização e estratégias de ação consistem em um conjunto de ideias e crenças culturalmente construídas pelos pais como objetivos a serem alcançados no futuro para seus filhos. A pesquisa objetivou investigar as metas de socialização e estratégias de ação de pais de crianças com e sem Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH). Participaram 78 pais, sendo 39 de crianças com TDAH (Grupo Experimental) e 39 sem TDAH (Grupo Controle). Foi utilizado um questionário para levantamento dos dados sociodemográficos, além de duas questões qualitativas. As respostas foram transcritas e categorizadas conforme o modelo teórico das metas de socialização e estratégias de ação. Resultados indicaram que os pais dos dois grupos têm as suas principais metas relacionadas ao autoaperfeiçoamento. Em relação às estratégias de ação no GE, a mais frequente foi a centrada em si e no contexto e, no GC, a centrada em si.


Palavras-chave


metas, estratégias, TDAH

Texto completo:

PDF

Referências


Bandeira, T.T. A., Seidl de Moura, M. L., & Vieira, M. L. (2009). Metas de Socialização de pais e mães para seus filhos [Mothers’ and father’s socialization goals for theirs children]. Revista Brasileira do Crescimento

& Desenvolvimento Humano, 19(3), 445-456. https://doi.org/10.7322/jhgd.19932

Barreto, M. A. M., & Moreira, S. C. (2011). Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e a educação física [Attention deficit and hyperactivity disorder and physical education]. Cadernos UNIFOA, edição nº 15. Retrived from http://revistas.unifoa.edu.br/index.php/

cadernos/article/view/1046/917 https://doi.org/10.22535/cpe.v0i47.19789

Bronfenbrenner, U. (1996). A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados M. A. V. Veronese, Trad. Porto Alegre: Artes Médicas. https://doi.org/10.1590/s0102-79721997000200013

Diniz, P. K. C. & Salomão. (2010). Metas de socialização e estratégias de ação paternas e maternas [Parents socialization goals and action strategies]. Paidéia, 20(46), 145-154. Retrived from http://dx.doi.org/10.1590/S0103-863X2010000200002

Freire, V. R. B. P., Silva, S. S. C., Moura, M. L. S., Pontes, F. A. R., & Araújo, M. E. C. (2014). Metas e expectativas parentais em contextos urbano e ribeirinho da Amazônia. [Parental goals and expectations in

urban and riverside context in the Amazon]. Revista Interamericana de Psicología/Interamerican Journal of Psychology, 48(1), 53-63. Retrived from http://www.redalyc.org/html/284/28432716007/

Freitas, H. R. M., & Magalhães, C. M. C. (2013). Metas e Estratégias de Socialização que Mães de Crianças Surdas Valorizam para Seus Filhos [Socialization Goals and strategies for deaf children that their mothers value for their children]. Revista Brasileira de Educação Especial, 19(4), 545-562. Retrived from http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7205 https://doi.org/10.1590/s1413-65382013000400006

Harkness, S., Super, C. M., Moises, R., Bermudez, U. M., Rha, J. H., Mavridis, C. J., & Palacios, J. (2009). Parental ethnotheories of children’s learning. The anthropology of learning in childhood. In D. F. Lancy, J.

Bock, & S. Gaskins (Eds.), The anthropology of learning in childhood (cap.4, pp. 65-85). Lanham: Altamira Press.

Harwood, R. L., Schoelmerich, A., Ventura-Cook, E., Schulze, P.A. & Wilson, S. P. (1996). Culture and class influences on Anglo and Puerto Rican Mother’s beliefs regarding long-term socialization goals and child behavior. Child Development, 67 (5), 2446-2461. doi: 10.1111/j.1467-8624.1996.tb01867.x

Lordelo, E. R., Roethle, M., & Mochizuki, A. B. (2012). Metas de Socialização em Diferentes Contextos [Socialization goals in different contexts]. Paidéia, 22(51), 33-42. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-863X2012000100005

Mendes, D. M. L. F., Pessôa, L. F., & Cavalcante, L. I. C. (2017). Metas parentais de socialização da emoção e modelos de self: uma articulação conceitual [Parental socialization goals of emotion and models of

self: a conceptual articulation]. Estudos e Pesquisas em Psicologia, 16(2), 450-468. Retrived from http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=45185166600 https://doi.org/10.12957/epp.2016.29171

Miller, A.M. & Harwood, R.L. (2001). Long-term socialization goals and the construction of infants’ social networks among middle class Anglo and Puerto Rican mothers. The International Journal of Behavioral

Development, 25 (5), 450–457. Retrived from http://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1080/016502501316934888

Moinhos, M. V. C., Lordelo, E. R., & Moura, M. L. S. (2007). Metas de socialização de mães baianas de diferentes contextos socioeconômicos [Socialization goal of mothers from Bahia in different socioeconomic

contexts]. Revista Brasileira de Crescimento & Desenvolvimento Humano, 17(1),114-125. Retrived from http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12822009000300010 https://doi.org/10.7322/jhgd.19820

Portes, J. R. M. (2013). Crenças sobre práticas de cuidado e metas de socialização de pais e mães com filhos com Síndrome de Down [Beliefs about care practices and goals of socialization of parents and mothers with children with Down Syndrome]. Dissertação de Mestrado.

Programa de Pós-Graduação em Psicologia Universidade Federal de Santa Catarina. Retrived from https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/123018. https://doi.org/10.5007/2175-7976.2012v19n28p272

Senna, S. R. C. M., & Dessen, M.A. (2012). Contribuições das Teorias do Desenvolvimento Humano para a Concepção Contemporânea da Adolescência [Contributions of Human Development Theories to a Contemporary Concept of Adolescence]. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 28(1), 101-108. Retrived from http://www.scielo.br/pdf/ptp/v28n1/13 https://doi.org/10.1590/s0102-37722012000100013

Silva, R. A. (2008). Cognições parentais: crenças, metas e estratégias de socialização de mães primíparas [Parental cognitions: beliefs, goals and socialization strategies of primiparous mother]. Dissertação de

Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Teoria em Pesquisa do Comportamento. Universidade Federal do Pará. Retrived from http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1923 https://doi.org/10.18226/610001/mostraxvi.2016.45

Silva, R. A. M., & Magalhães, C. M. C. (2011). Crenças sobre práticas: um estudo sobre mães primíparasde contexto urbano e não-urbano [Beliefs about practices: study on mothers primiparous from urban and no-urban contexto]. Revista Brasileira de Crescimento & Desenvolvimento Humano, 21(1), 39-50. Retrived from http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12822011000100005. https://doi.org/10.7322/jhgd.19994

Tudge, J. R., Mokrova, I., Hatfield, B. E., & Karnik, R. B. (2009). Uses and misuses of Bronfenbrenner’s bioecological theory of human development. Journal of Family Theory & Review, 1(4), 198-210. https://doi.org/10.1111/j.1756-2589.2009.00026.x

Wang, Q ., C han, H oi-Wing, & L in, L . ( 2012). Antecedents of Chinese Parents’ Autonomy Support and Psychological Control: The Interplay Between Parents’ Self-Development Socialization Goals and Adolescents’ School Performance. Journal of youth and adolescence, (41), 1442–1454. doi 10.1007/s10964-012-9760-0.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-8623.2019.3.30129

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

e-ISSN: 1980-8623

ISSN-L: 0103-5371

*********************************

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS