DIALÉTICA E POLÍTICA EM HEGEL

Thadeu Weber

Resumo


A dialética hegeliana não pode ser entendida
apenas como método ou instrumento de
pensar, mas também como conteúdo pensado. A
política é o desdobramento ou concretização do
princípio da liberdade enquanto fio condutor e organizador
das estruturas jurídicas e sociais, dentro
de um processo dialético.


Texto completo:

PDF

Referências


HEGEL, G. W. F. Phiinomenologie des Geistes. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986.

--. Grundlinien der Philosophie des Rechts. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986.

--. Wissenschaft der Logik I und II. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1986.

BOBBIO, N. Estudos sobre Hegel. Direito, Sociedade Civil, Estado. São Paulo: Brasiliense, 1991. ~I

WEBER. Thadeu. Hegel: Liberdade, Estado e História. Petrópolis: Vozes, 1993.

DOTTI, J. E. Dialéctica y Derecho. Buenos Aires: Hachette, 1983.

KANT, I. Crítica da Razão Prática. Lisboa: Edições 70 , 1986.

CIRNE UMA, C. R. "Dialética e Evolução". Porto Alegre: Veritas, v. 40, nº 160, 1995.

POPPER. S. K. "O que é Dialética?" In: Conjecturas e Refutações. Brasília: UnB, 1972.

GADAMER. H. G. La Dialéctica de Hegel. Cinco ensayos hermenéuticos. Madrid: Ed. Cátedra, 1981.

FLOREZ, Ramiro. La Dialéctica de la Historia en Hegel. Madrid: Gredos, 1983.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.1995.160.36024



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0042-3955 | e-ISSN: 1984-6746


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada. Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS