DIALÉTICA, PARADOXO E O ENIGMA DO HOMEM EM PASCAL

Antonio Mauro Muanis de Castro

Resumo


Este artigo aborda a questão da dialética nos paradoxos enunciados por Blaise Pascal. Após fazer alusão ao início da dialética na Grécia antiga, o trabalho se desenvolve com a tematização das categorias utilizadas por Pascal, tais como: coração-razão, infinito-finito, grandeza- miséria, que apontam, em última instância, para o caráter insolúvel do enigma sobre o mundo, a vida e o ser humano.


Palavras-chave


Pascal, dialética, paradoxo, enigma do homem

Texto completo:

PDF

Referências


PASCAL, Blaise. Pensamentos. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1961.

KANT, Immanuel. Fundamentación de la Metafisica de las Costumbres. Madrid: Espasa-Calpe, 1983.

- - - . Crítica da razão pura. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1985.

---. Critica de la razon practica. Salamanca: Sígueme, 1997.

JOLIVET, Régis. As doutrinas existencialistas. Porto: Tavares Martins, 1975.

BARBOSA, Ricardo Corrêa. Dialética da reconciliação. Rio de Janeiro: UAPÊ, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.1998.4.35467



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0042-3955 | e-ISSN: 1984-6746


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada. Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS