Hegel e o infinito - alguns aspectos da questão

Ricardo Timm Souza

Resumo


O artigo pretende investigar o trato do tema filosófico do Infinito (Unendlishkeit) por Hegel a partir de duas dimensões complementares: a análise do assunto na Wissenschaft der Logik e a interpretação dos sentidos que se abrem a partir da letra hegeliana a respeito do assunto e em termos do conjunto de sua obra, em um diálogo histórico-filosófico que pretende compreender melhor tanto a genética do projeto sistemático hegeliano quanto suas consequências relativamente ao pensamento filosófico moderno e contemporâneo.

Palavras-chave


Hegel. Infinito. Modernidade. Racionalidade. Filosofia da cultura. História.

Texto completo:

PDF

Referências


---




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-6746.2005.2.34406



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0042-3955 | e-ISSN: 1984-6746


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada. Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS