Lutando por Terra e Vida!

Sandra Lassak

Resumo


prol da justa distribuição da terra. Inicia com a afirmação da exclusão e da exploração da força do trabalho feminino no modelo dos colonatos, passando ao capitalismo, difusor do latifúndio e do agronegócio o estudo do papel exercido pelas mulheres, para chegar à reforma agrária e a mudança de relações sociais de gênero e, enfim, a resistência feminina por meio do movimento de mulheres camponesas.

Palavras-chave


Colonialismo. Reforma agrária. Feminismo. Teologia da liberção

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS